INCLUSÃO DIGITAL

Com sobra de voluntários, seleção vai definir provedores para 16 mil unidades de saúde

Luís Osvaldo Grossmann ... 07/04/2020 ... Convergência Digital

Provedores internet interessados em contratos para conectar 16 mil unidades de saúde no país devem correr para enviar propostas à Rede Nacional de Ensino e Pesquisa a partir de quarta, 8/4. Com sinalização de que há mais interessados do que pontos, pelo menos para parte das UBS, a RNP criou um sistema de seleção que adota como desempate alguns critérios técnicos, mas que pode ser decidido por quem encaminhou primeiro a proposta. 

A conexão das UBS é uma demanda do Ministério da Saúde ao MCTIC, que por sua vez acionou empresas de telecomunicações por meio do comitê de crise da Covid-19. A partir de uma lista de 16 mil pontos a serem conectados, entidades de pequenos provedores buscaram voluntários. Mas em vários casos, apareceram mais de um interessado. Daí a seleção e os critérios. 

Segundo o termo de referência, o objeto é acesso em banda larga, preferencialmente em fibra óptica, com relação de banda download/upload de 100/50%, com atendimento e monitoração do provedor, 24 horas, 7 dias por semana. Um dos critérios de classificação é a conexão estar entregue até 30/4 – depois desse prazo, a proposta é automaticamente desclassificada. 

Em locais onde não existir disponibilidade em fibra óptica, será considerado alternativa em enlace de rádio de frequência licenciada ou satélite. As velocidades mínimas aceitas são de 40 Mbps, 20 Mbps e 15 Mbps, respectivamente para fibra, rádio enlace e satélite. 

Se uma proposta apresentar a velocidade desejável, entre as demais propostas com velocidade mínima ou abaixo da desejável, ela será considerada a melhor proposta técnica. Propostas iguais ou acima da velocidade desejável, serão consideradas como iguais, em termos de requisitos técnicos. 

As propostas devem ser encaminhadas pela internet, no endereço https://www.rnp.br/sistema-rnp/fornecedores. A apresentação foi divivida nos seguintes blocos: 

Bloco 1 – USFs da região Sudeste

Início de submissão de proposta: 00:00h do dia 08 de abril de 2020 e término às 23:59h do dia 09 de abril de 2020

Bloco 2 – USFs das regiões Centro-Oeste e Sul

Início de submissão de proposta: 00:00h do dia 10 de abril de 2020 e término às 23:59h do dia 11 de abril de 2020

Bloco 3 – USFs das regiões Norte e Nordeste 

Início de submissão de proposta: 00:00h do dia 13 de abril de 2020 e término às 23:59h do dia 14 de abril de 2020

Os critérios de desempate são os seguintes: 

1 (um) ponto para a disponibilização de Wi-Fi de 2.4/5 GHz na USF, junto com a conexão; 

1 (um) ponto para a oferta de endereço IP fixo e; 

1 (um) ponto para o suporte a endereçamento IPv6. 

2º critério: se ainda persistir empate entre as pontuações finais, será considerada vencedora a proponente da mesma região da respectiva USF.

3º critério: se ainda persistir empate, a vencedora será por ordem de submissão de proposta (data; horário) dentre as proponentes ainda empatadas.

Vale lembrar que os contratos serão de 12 meses, iniciados efetivamente após a ativação da conexão e aceitação pela RNP e MS/Datasus. Mas os primeiros quatro meses do contrato deverão ser de prestação voluntária, não onerosos, não havendo, portanto, faturamento e pagamento pelo serviço. 


Carreira
Dos 10% em teletrabalho no Brasil, maioria é branca, tem diploma e maior renda

Segundo o Dieese, 8,4 milhões de brasileiros trabalham de casa por conta da pandemia de Covid-19. Proporção chega a 22% dos trabalhadores em Brasília, mas não passa de 3% no Pará. 

MPF recomenda que instituto cancele compra de MacBooks de R$ 12 mil e use PCs mais baratos

Instituto Federal de Educação do Rio Grande do Norte (IFRN) quer 20 notebooks da Apple para o setor administrativo, em custo superior a R$ 250 mil. MPF diz que licitação deve incluir outras marcas. 

Covid-19 aumentou o uso da internet nas classes C, D e E

Segundo a pesquisa TIC Covid-19, do Cetic.br, a pandemia aumentou o uso da rede em todas as classes e faixas etárias. O que já era hábito entre os mais ricos, passou a ser mais comum entre os mais pobres para compras e serviços.

Bemol quer Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E para levar banda larga para quem não tem nem 3G

Varejista com atuação na região norte do País tem planos de expandir sua infraestrutura para mais cidades, mas conta com a frequência não licenciada, diz o gerente de TI, Jesaias Arruda.

Saúde pública padece de acesso à Internet e de segurança de dados

Processo de levar acesso à Internet para as Unidades Básicas de Saúde(UBS) não avança e apenas 23% delas disponibilizam agendamento de consultas pela Internet. Nas unidades privadas, o atendimento online está em 100% do segmento. Diferença é evidente na comparação do Norte e Nordeste com o Sul e Sudeste.

Licitação do MEC abre espaço para MVNOs na oferta de banda larga móvel gratuita

Propostas têm de ser enviadas ao governo até o dia 17. Contratação acontece ainda em julho. O preço de referência da RNP para este processo é de R$ 0,56 GByte/mês sem ICMS, considerando um pacote de dados de 20 Gbytes, para a quantidade de 5.000 alunos. 

Escolas viram telecentros para quem não tem acesso à Internet

Maior parte dos usuários vai para fazer pesquisa escolar e digitar currículos ou outros documentos. Conexão à Internet melhorou, mas a maioria tem conexão entre 1 Mpbs até 5 Mbps.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G