NEGÓCIOS

Stone que ir além das 'máquininhas', mas demite 1.300 para enfrentar crise do Covid-19

Convergência Digital* ... 12/05/2020 ... Convergência Digital

A Stone demitirá 20% de seus funcionários na esteira da crise da covid-19. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 12/5, pelo presidente-executivo da empresa, Thiago Piau, em vídeo conferência com os colaboradores. O executivo também enviou uma carta aos funcionários explicando o motivo do forte corte, que acarretou no desligamento de 1.300 pessoas.

"Foi muito duro tomar essa decisão e falo por todos os líderes ao dizer que sofremos em todo esse processo, que não era uma medida que estava nos nossos planos no início da crise", escreveu Piau, em carta. Ele argumentou ainda que as medidas vão trazer segurança para quem fica e que, nos próximos meses, a Stone vai acelerar as iniciativas para ir além das maquininhas, investindo em serviços financeiros e em ferramentas de venda online.

No texto, Piau destacou que conforme o segundo semestre vai se aproximando, a empresa está aprendendo que o ano será muito diferente das expectativas do final de 2019. "Estamos muito preocupados com todos os nossos clientes, principalmente os pequenos e médios negócios (conhecidos como PME’s), muitos dos quais se viram obrigados a fechar suas portas para o público de repente", explicou.

Segundo Piau, a empresa estava trabalhando para preservar seus clientes e funcionários, monitorando os desdobramentos da crise. "Ao longo do mês de abril, ficou claro que o futuro é bem mais incerto do que todos pensavam no início de março. Por isso, o nosso planejamento precisa ser revisto. Neste momento, devemos nos basear no presente - e não na expectativa de futuro, como sempre fizemos em um contexto mais estável".

A empresa disse que vai oferecer um pacote de ajuda aos funcionários que foram desligados, que engloba a continuidade do plano de saúde por quatro meses, vale alimentação pelos próximos meses, além de apoio financeiro e ajuda na recolocação no mercado. "Ainda que o cenário de curto prazo seja desafiador, nos manteremos fortes e temos a confiança de que, quando o pior passar, voltaremos a pisar fundo no acelerador e contratar para o futuro como sempre fizemos", acrescentou Piau.

Em abril, a Stone junto com o Grupo Globo, criou a TON, uma empresa focada em atender as necessidades dos trabalhadores autônomos. O objetivo da fintech de serviços financeiros é se tornar a escolha número 1 destes profissionais, por disponibilizar, além da máquina de cartão, um cartão pré-pago, que possibilita ao empreendedor receber pagamentos, fazer depósitos de recursos, realizar transferências e compras on-line, além de buscar oportunidades para obtenção de crédito. Com ela é possível até contratar um seguro de vida para proporcionar mais tranquilidade ao cliente.

*Com agências Reuters e Estado


Desafio nacional: identificar os dados efetivamente valiosos ao negócio

Pesquisa da IDC mostra que quase a metade companhias pesquisadas no Brasil admitiu ter dificuldade para encontrar talentos e recursos responsáveis pelas análises das informações.

Fintechs mostram sua força no cadastramento para o PIX

Banco Central revela que Nubank, Mercado Pago e PagSeguro foram as instituições com mais cadastros de chaves de identificação para o uso do pagamento instantâneo, a partir de 16 de novembro. Em nove dias, o Banco Central contabiliza 33,7 milhões de cadastramentos.

STJ: Uso de criptomoedas para lavar dinheiro é crime de competência estadual

Criptomoedas não são caracterizadas pelo Banco Central como moeda tampouco são consideradas valor mobiliário pela Comissão de Valores Mobiliários, portanto, o ministro Felix Fischer, do STJ, entendeu que não cabe à justiça federal julgar crimes envolvendo o ativo.

ABES: desoneração da folha é vital para manter empregos em software e serviços

O Brasil cresceu 10,5% em TI em 2019, e deverá, apesar da Covid-19 e da crise econômica, registrar um crescimento de 4% em 2020, afirmou o vice-presidente do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira das Empresas de Software, Jorge Sukarie.

Transformação digital é mudar a mentalidade de produto para solução ao cliente

"Não precisamos da furadeira, mas, sim, do buraco na parede", exemplificou Thales Teixeira, fundador da decouping.co, ao revelar o impacto da jornada digital. Para Teixeira, a inovação está no modelo de negócios. "A tecnologia é só um motor", pontuou.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G