Home - Convergência Digital

Brasil é o alvo para ataques de phishing móveis na AL

Convergência Digital - 13/08/2018

A América Latina sofreu 746 mil ataques de malware diários durante os últimos 12 meses, afirma a empresa de softwares de segurança Kaspersky Lab. O Brasil aparece com destaque nesse levantamento como alvo preferencial de ataques de phishing. 

Um dos maiores riscos de segurança na América Latina é representado por ameaças móveis. Durante os últimos 12 meses o levantamento registrou um crescimento de 31,3% dos ataques focados em dispositivos móveis, especialmente aparelhos que utilizam a plataforma Android. O preço dos dispositivos Apple na região seriam o principal motivo para uma medida diminuição de 14,9% nos ataques a usuários MacOS.

As ameaças móveis mais difundidas são os Trojans Boogr.gsh que se especializam em cometer crimes por meio de anúncios não solicitados (adware), roubar o plano de dados das vítimas, a energia de suas baterias e obstruir o trabalho normal do dispositivo móvel. Também foram detectados trojans, como o Backdoor.AndroidOS.GinMaster.b, que, por meio de acesso remoto, permite que o invasor se conecte ao dispositivo da vítima e explore seu conteúdo, extraindo informações valiosas ou simplesmente fazendo o que quiser.

Segundo a empresa, houve um crescimento de 60% em ataques cibernéticos na região, na qual a Venezuela registrou um número maior de ataques em proporção à sua população, com um total de 70,4 %, seguido pela Bolívia (63,3%) e pelo Brasil (64,4%). Assim como em 2017, o Brasil continua liderando em termos de hospedagem de sites maliciosos, concentrando 50% dos hosts usados em ataques na região.

Por esse levantamento, a maioria dos ataques ocorre online, ou seja, enquanto o usuário navega, faz download de arquivos ou recebe anexos de e-mail enganosos, e afeta mais usuários domésticos do que empresas. As empresas, porém, são mais propensas a ataques via e-mail (60%) e vetores off-line (43%), como um pen drive contaminado, pirataria de software ou outros meios que não exijam o uso obrigatório da Internet.
 
A empresa aponta, ainda, para o uso de uma família de malware conhecida por Powedon, tanto nos ataques via e-mail, como na web. Esse malware se caracteriza pelo uso do Powershell, que faz parte dos sistemas operacionais Windows e é usado diariamente por administradores de rede para automatizar tarefas. De acordo com a Kaspersky, criminosos cibernéticos estão abusando dessa funcionalidade, usando-a para cometer crimes.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/03/2020
Android 11 tem API de conectividade 5G

30/07/2019
Malware Agent Smith já infectou mais de 75 mil dispositivos no Brasil

10/07/2019
Malware sofisticado avança sobre usuários de bancos brasileiros

13/08/2018
Brasil é o alvo para ataques de phishing móveis na AL

16/05/2018
Ataques de ransomware crescem 116% em smartphones Android

06/09/2017
Ransomware para Android cresce 181% em seis meses

21/08/2017
Google lança sistema Android 8.0 com proteção para apps inseguros

17/04/2017
Google vai abrir Android a outros buscadores na Rússia

03/04/2017
Android supera o Windows e vira sistema operacional mais usado no mundo

15/03/2017
Google lança curso para brasileiro de certificação em Android

Destaques
Destaques

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Covid-19 fez smartphone virar agência bancária com 41% das transações financeiras

As transações bancárias feitas por pessoas físicas pelos canais digitais foram responsáveis por 74% do total de operações analisadas em abril, revela a Febraban.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site