Home - Convergência Digital

Aumento de espectro para 5G está em consulta pública

Convergência Digital - 18/06/2020

A Anatel abriu uma consulta pública requisitos técnicos e operacionais da faixa de frequências de 3.300 MHz a 3.700 MHz. Na prática, etapa necessária para avançar com a proposta que eleva a oferta desse naco do espectro no leilão do 5G – ainda sem data certa de realização. 

Formalmente, a consulta submete a contribuições da sociedade a proposta de ato que aprova os requisitos técnicos e operacionais de uso da faixa de frequências de 3.300 a 3.700 MHz (3,5 GHz-TDD), endereçando questões de potência e emissões indesejáveis. 

A dificuldade em evitar interferências na recepção das antenas parabólicas, no entanto, já leva a Anatel a avaliar alternativas, inclusive a possibilidade de que não sobrem os mencionados 400 MHz para uso pelo 5G, caso adote-se uma banda de guarda maior entre as operações. 

“Temos a questão de garantir a convivência e talvez os 100 MHz [de banda de guarda] precisem se tornar 120 MHz. Simulações que fizemos apontaram nesse sentido. Talvez precisemos de uma banda de guarda um pouco maior. E aí não necessariamente teremos os 400 MHz, mas 380 MHz ou alguma coisa nesse sentido”, já admitiu o presidente da agência, Leonardo de Morais. 

Adicionalmente, a Anatel publicou os requisitos técnicos e operacionais de uso da faixa de 2.300 MHz a 2.400 MHz para utilização por estações no Serviço Móvel Pessoal – SMP, no Serviço de Comunicação Multimídia – SCM, no Serviço Telefônico Fixo Comutado – STFC e no Serviço Limitado Privado – SLP. Medida também de preparação do leilão do 5G. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

25/09/2020
OpenRAN aberta: o xeque-mate do xadrez geopolítico do 5G

24/09/2020
Com 114 redes ativadas, 5G já tem 138 milhões de acessos no mundo

23/09/2020
LGPD: Anatel cria página para explicar quais dados são coletados de usuários de telecom

22/09/2020
Economia prefere, mas não garante, leilão 5G não arrecadatório

22/09/2020
Para TIM, 5G não comporta neutralidade de rede

22/09/2020
Anatel: Crise afetou condições e preço do edital do 5G

22/09/2020
Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

21/09/2020
Comissão Europeia pede ações urgentes para ter 5G o quanto antes

18/09/2020
Anatel adota novas regras para Conselho de Usuários

17/09/2020
Oito anos depois, teles seguem brigando pela faixa de 450 MHz

Destaques
Destaques

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site