Convergência Digital - Home

Petrobras usa supercomputador Santos Dumont para testes em tempo real

Convergência Digital
Convergência Digital* - 27/11/2019

Fornecido pela Atos em 2015 ao Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), o Computador de Alto Desempenho Santos Dumont recebeu uma atualização que o posiciona, pela segunda vez, como o maior da América Latina dedicado à pesquisa, e o coloca novamente na lista dos TOP 500 supercomputadores do mundo.

O Supercomputador está instalado em Petrópolis, no Rio de Janeiro, e com a expansão de 4 Petaflops passa a operar a partir de agora com a capacidade de processamento total de aproximadamente 5,1 quatrilhões de operações por segundo, um aumento de aproximadamente 360% se comparado às especificações originais de 2015 de 1,1 Petaflops.

"Com esta expansão, o LNCC passa a ter acesso às tecnologias de ponta implementadas pela Atos, utilizando uma plataforma híbrida e de alta capacidade de processamento que permite suportar diferentes cargas de trabalho, ampliando sua capacidade de suportar pesquisas e desenvolvimento, especialmente nas áreas de Inteligência Artificial e Deep Learning", explica Luis Casuscelli, Diretor de Big Data e Segurança Cibernética da Atos. Segundo o diretor, o Santos Dumont está equipado de uma infraestrutura de resfriamento altamente eficiente e sustentável, que utiliza água e temperatura ambientes, reduzindo a energia utilizada para refrigeração do supercomputador.

A expansão é uma iniciativa em conjunto com o Consórcio Libra, liderado pela Petrobras e visa apoiar o desenvolvimento de pesquisas no setor de petróleo e gás, principalmente para estudos de imagens sísmicas em profundidade e simulação de reservatório em tempo real, com mais precisão. No total já são cerca de 150 projetos de pesquisas realizados com o Santos Dumont, que atendem desde áreas estratégicas como a exploração de petróleo e gás, carvão mineral e energias renováveis, mas também ações como a pesquisa do vírus da ZIKA e Dengue, desenvolvimento de fármacos para HIV e estudos sobre Clima.

"A expansão do Santos Dumont é um projeto que nos dá muito orgulho porque reforça o posicionamento da Atos como parceira confiável para os desafios digitais de corporações e entidades governamentais. Juntos com o LNCC apresentamos, pela segunda vez, o maior supercomputador da América Latina dedicado à pesquisa científica e ajudamos, assim, a colocar o Brasil na lista das nações com grande capacidade em Computadores de Alto Desempenho", conclui Nelson Campelo, CEO da Atos para a América do Sul.

O Consórcio de Libra opera o campo de Mero e é liderado pela Petrobras – com participação de 40% - em parceria com a Shell (20%), Total (20%), CNPC (10%), e CNOOC Limited (10%). O Consórcio tem ainda a participação da companhia estatal Pré-Sal Petróleo SA (PPSA), que exerce papel de gestora desse contrato.


Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

"A nuvem nos abre um novo catálogo de possibilidades para serviços", afirma o coordenador geral de infraestrutura e serviços do Ministério da Justiça, Leonardo Greco. Serviço consumidor.gov.br migrou para a Oracle no final de maio.

CSU avança de empresa de BPO para uma companhia de tecnologia

Com diferentes atividades, entre elas, processamento de transações eletrônicas de meios de pagamento e serviços de relacionamento com clientes, a CSU contratou o NICE Nexidia para melhorar os resultados dos negócios com uma abordagem consultiva e analítica.

Cientista de dados: seja investigativo, analítico e curioso

Não há um perfil delimitado para o cientista de dados, o que significa que ele pode ser um 'profissional mais rodado e experiente' ou uim jovem recém-saído das universidades. Mas há um ponto essencial: a multidisciplinaridade, aponta o professor e especialista em ciência de dados do Instituto de Gestão e Tecnologia da Informação (IGTI), João Carlos Barbosa.

Destaques
Destaques

Fleury cria empresa baseada em ciência de dados e inteligência artificial

Saúde ID funcionará como um marketplace de serviços ligados à saúde e recebeu investimentos de R$ 50 milhões. O paciente terá todas suas informações de saúde integradas em uma única plataforma, que poderá oferecer às empresas e operadoras um serviço com algoritítimos preditivos.

No Brasil, empresas 'confiam, desconfiando' das multiclouds

Estudo, feito pela F5 com vários países da América Latina, mostra que as organizações têm menos confiança na capacidade da nuvem pública resistir a um ataque hacker voltada às aplicações. Escolha da nuvem é feita aplicação por aplicação.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como controlar os gastos em nuvem pública?

Por Srinivasa Raghavan*

Se as empresas obtiverem melhor visibilidade do custo de cada serviço em nuvem que utilizam, poderão encontrar o equilíbrio certo entre eles, reduzir as despesas operacionais e obter o melhor valor possível da nuvem.

O caminho da cibersegurança passa pela nuvem

Por Felipe Canale*

Com organizações cada vez mais distribuídas, manter dispositivos em todos os locais ou usar produtos diferentes para trabalhadores remotos cria inúmeras brechas de segurança, além de custar muito e sobrecarregar os recursos de TI.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site