Clicky

INOVAÇÃO

FCA e TIM anunciam carro conectado no Brasil para primeiros meses de 2021

Ana Paula Lobo ... 28/10/2020 ... Convergência Digital

A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) e a TIM Brasil prometem para os primeiros meses de 2021 ter uma plataforma de carro conectado embarcada nos veículos das marcas Fiat, Jeep e Ram. Os veículos vão usar o eSIM, chip virtual para acesso a Wi-Fi nativo a bordo, com conexão 4G e também com conexão à rede NBIOT, voltada à internet das coisas.

"Não estamos fazendo um M2M, uma comunicação de máquinas, ou criando um hotspot Wi-Fi. Vamos ter um sistema muito similar ao celular embarcado nos veículos. E a escolha da TIM aconteceu pela sua cobertura nacional no 4G. Temos que garantir conectividade e qualidade", afirmou em coletiva de imprensa, o CIO da FCA para a América Latina, André Souza Ferreira. Ele revelou que outras operadoras foram testadas no Brasil, mas somente a TIM apresentou a plataforma desejada e em conformidade com a iniciativa global da FCA.

Na prática, os carros conectados vão viabilizar uma comunicação em tempo real do carro com uo usuário, com a FCA e com ma rede de concessionária. Também há outros serviços como dar a partida remotamente no veículo e acionar o ar-condicionado ou o aquecedor para garantir a temperatura interna ideal antes mesmo da entrada no carro. "Teremos uma plataforma com mais de 30 serviços para o cliente. Nossa ideia é fazer o carro um dispositivo como o é o smartphone e o tablet", adicionou Ferreira.

Sobre o 5G, a FCA diz que, no momento, ela é testada fora do Brasil - na Europa e na Ásia já existem serviços comerciais de 5G, mas que aqui é preciso aguardar o leilão e as ofertas das operadoras, por meio do uso eficiente do espectro do 4G, como o 5G DSS. "Não estamos falando de 5G agora. O 4G nos atende plenamente para o carro conectado. O 5G eu penso no carro autonômo", explicou o CIO da FCA.

Em dezembro do ano passado, André Souza revelou, em coletiva de imprensa, que havia a avaliação de replicar o modelo europeu - com o contratação de uma MVNO para o serviço- ou a contratação de uma operadora, o que terminou sendo a opção tomada. No mesmo evento, a FCA anunciou uma parceria com a Visa para a construção de uma solução de meio de pagamento que possa usar o carro como plataforma. Na entrevista de hoje, Ferreira reforçou a parceria com a Visa, mas não adiantou detalhes da evolução do processo. "Mas queremos um ecossistema de parceiros. Insisto: o carro conectado será uma plataforma como o é hoje o smartphone."

Para o Chief Revenue Officer da TIM Brasil, Alberto Griselli, ser a operadora escolhida pela FCA comprova a eficiência dos investimentos feitos em ter cobertura 4G, até agora, em 3500 municípios. "Queremos oferecer conectividade e serviços agregados. Ter novos modelos de negócios para oferecer ao usuário", frisou. André Souza Ferreira, no entanto, preferiu não adiantar os modelos e os preços que serão cobrados dos donos dos automóveis pelos serviços. "Ainda estamos fazendo esse trabalho. Mas tenho convicção que o dono de um automóvel vai querer ter o serviço disponível. O digital é a realidade", completou.


Cloud Computing
Stone promove desafio de Data Science para capacitar profissionais

Em sua primeira edição, a competição Data Challenge permite imersão de competidores no dia a dia dos engenheiros e cientistas de dados da empresa. Prêmios vão até R$ 60 mil em educação. Inscrições estão abertas até o dia 15 de março.

No Brasil, 75% confiam mais em robôs que em humanos em questões financeiras

Estudo  indica que os brasileiros confiam mais na inteligência artificial do que neles mesmos para cuidar de dinheiro. 

Lei de Informática: governo faz ajustes que facilitam incentivos à pesquisa

Decreto recupera contabilização de dispêndios até março do ano seguinte e permite regime distinto, trimestral ou anual, por diferentes unidades do mesmo grupo. 

Câmara aprova marco legal das startups

Entre as inovações, empresas iniciantes poderão ser beneficiadas por regras diferenciadas de agências regulatórias como a Anatel. Texto vai ao Senado.

Ericsson processa Samsung por patentes em briga de até R$ 900 milhões

Impacto faz parte da projeção da fabricante sueca no lucro com royaltes que pode deixar de receber no trimestre.  Essa não é a primeira batalha entre as empresas. Em 2012, a Samsung pagou US$ 650 milhões à Ericsson.

Huawei: setor elétrico tem de priorizar cibersegurança para evitar apagões

Flávio Hott, gerente de produto para Energia da fabricante, disse ainda que smart grids em 4G, e depois no 5G, são investimentos efetivos para melhorar o desempenho operacional das redes.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G