Clicky

Home - Convergência Digital

Pioneira no 5G, Coreia do Sul projeta redes standalone até o fim de 2020

Convergência Digital* - 12/05/2020

As operadoras da Coreia do Sul -SK Telecom, KT e LG Uplus - devem migrar para o 5G autônomo até o fim deste 2020, depois de adiamentos provocados pela pandemia de Covid-19. 

A LG Uplus, a terceira tele móvel em número de assinantes no País, concluiu testes da rede comercial standalone, segundo reporta a Business Korea. A operadora tem como meta lançamento no terceiro trimestre. A SKT, que realizou testes da rede standalone em janeiro, inicialmente previa lançar ainda no primeiro semestre, mas adiou para o fim do ano, assim como a segunda maior operadora do país, a KT.

Apesar de especulações sobre mais um lançamento simultâneo, como nas primeiras ofertas 5G na Coreia, o mesmo não deve acontecer nas redes autônomas de quinta geração. Cada uma das operadorastem cronogramas distintos. 

As empresas lançaram os serviços 5G em abril de 2019, com implantação em 92 mil estações radio-base até janeiro. E sinalizaram ao governo coreano investimentos próximos ao equivalente a R$ 20 bilhões na primeira metade de 2020.

Um relatório recente da GSMA indicou que as redes standalone de 5G são capazes de oferecer capacidades específicas para demandas corporativas, como aplicações de baixa latência, alta confiabilidade e slicing de rede. 

Além da migração para as redes autônomas, a LG Uplus já indicou a oferta de serviços 5G na faixa de 28 GHz, com planos de utilizar a banda milimétrica em hotspots para aplicações industriais. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

27/11/2020
Teles: restrição a fornecedores é um risco ao 5G e aos consumidores

26/11/2020
Palo Alto: É um erro enorme repetir o passado e não tornar a nuvem aberta de verdade

24/11/2020
Leilão 5G: Embaixada da China reage forte contra filho do presidente Jair Bolsonaro

24/11/2020
Minicom se diz cobrado por Bolsonaro para fazer o leilão 5G

24/11/2020
Highline compra Phoenix Tower e passa a deter 3,2 mil torres no Brasil

19/11/2020
Qualcomm e Nokia: Ondas milimétricas são a mudança do modelo de negócio no 5G

18/11/2020
Anatel: Cibersegurança em Telecom une teles e os mais de 10 mil prestadores de serviços SCM

17/11/2020
TBNet fecha parceria com tele para transformar 23 mil ATMs em hotspots Wi-Fi 5G

16/11/2020
EUA autorizam Qualcomm a exportar chips 4G para Huawei, mas proíbe o 5G

13/11/2020
Oi avalia 5G para usar 3,5 GHz em banda larga fixa

Destaques
Destaques

Anatel: Cibersegurança em Telecom une teles e os mais de 10 mil prestadores de serviços SCM

"Não há como fazer obrigação em cibersegurança. O ambiente tem de ser cooperativo e não é apenas com as teles. São mais de 10 mil pequenos prestadores de serviços e eles têm de estar ativos. Temos de ter uma coordenação entre todos os atores", disse o superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, Nilo Pasquali.

Aos 23 anos, Anatel lista 5G como próximo desafio

“Entre os desafios que nos aguardam, a economia brasileira precisa ter sua digitalização aprofundada, a conectividade precisa se tornar mais real na vida dos brasileiros”, destacou o presidente da agência, Leonardo de Morais, também ressaltando a segurança cibernética e renovação das concessões em 2025.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

IoT e os novos negócios e aplicações para o mercado de energia

Por Pedro Al Shara*

Analistas de mercado estimam que o impacto da Internet das Coisas na economia alcance de 4% a 11% do Produto Interno Bruto do planeta em 2025.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site