Home - Convergência Digital

Sem liberação para antenas, América Latina trava no 5G

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 29/01/2020

Ao analisar a implantação de infraestrutura de telecomunicações na América Latina, a 5G Americas avalia que as normas e leis na região ainda são entrave para a ampliação das redes, notadamente diante das novas demandas que chegam com o 5G. 

O documento fornece uma visão geral dos regulamentos na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, México, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai, que afetam o desenvolvimento de redes das operadoras de telecomunicações.

A conclusão é que embora nos últimos anos as autoridades da região tenham adotado medidas para acelerar a implantação de infraestrutura em seus territórios, as operadoras de telecomunicações ainda enfrentam grandes desafios na América Latina.

Uma das principais barreiras nesse sentido continua sendo a burocracia de normas no nível municipal e até as contradições que podem existir entre as regras, trâmites e procedimentos nos diferentes níveis de governo.

A desinformação de redes que podem existir em diferentes setores da sociedade civil e / ou entidades governamentais sobre os efeitos na saúde da instalação e comissionamento da infraestrutura de telecomunicações também afeta negativamente a implantação de redes na adoção de medidas que dificultam a construção da infraestrutura. A poluição visual ou aspectos relacionados ao planejamento urbano também frequentemente geram oposição à instalação de equipamentos de rede.

A pesquisa também aborda tendências como o uso compartilhado da infraestrutura e sugere a criação de condições para que ela seja realizada em termos e condições recíprocos, privilegiando a vontade das partes em acordos positivos para o desenvolvimento da infraestrutura.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

25/05/2020
Governo tem quatro normas na fila para direcionar investimentos de telecom

22/05/2020
STF usa caso de lei paulista para cassar decisões sobre antenas no Rio, Minas e DF

22/05/2020
Anatel: Parabólicas comprometem porta de entrada do 5G no Brasil

21/05/2020
Anatel confirma que filtros não resolvem interferência do 5G nas parabólicas

14/05/2020
Ericsson: Compartilhamento de espectro permite 5G às teles antes do leilão

12/05/2020
Pioneira no 5G, Coreia do Sul projeta redes standalone até o fim de 2020

11/05/2020
Ericsson: Covid-19 aumentou a demanda por 5G

08/05/2020
Anatel já sinaliza que Covid-19 vai adiar leilão do 5G para 2021

08/05/2020
Interferência nas parabólicas pode reduzir espectro para 5G

06/05/2020
Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site