NEGÓCIOS

Stone que ir além das 'máquininhas', mas demite 1.300 para enfrentar crise do Covid-19

Convergência Digital* ... 12/05/2020 ... Convergência Digital

A Stone demitirá 20% de seus funcionários na esteira da crise da covid-19. O anúncio foi feito nesta terça-feira, 12/5, pelo presidente-executivo da empresa, Thiago Piau, em vídeo conferência com os colaboradores. O executivo também enviou uma carta aos funcionários explicando o motivo do forte corte, que acarretou no desligamento de 1.300 pessoas.

"Foi muito duro tomar essa decisão e falo por todos os líderes ao dizer que sofremos em todo esse processo, que não era uma medida que estava nos nossos planos no início da crise", escreveu Piau, em carta. Ele argumentou ainda que as medidas vão trazer segurança para quem fica e que, nos próximos meses, a Stone vai acelerar as iniciativas para ir além das maquininhas, investindo em serviços financeiros e em ferramentas de venda online.

No texto, Piau destacou que conforme o segundo semestre vai se aproximando, a empresa está aprendendo que o ano será muito diferente das expectativas do final de 2019. "Estamos muito preocupados com todos os nossos clientes, principalmente os pequenos e médios negócios (conhecidos como PME’s), muitos dos quais se viram obrigados a fechar suas portas para o público de repente", explicou.

Segundo Piau, a empresa estava trabalhando para preservar seus clientes e funcionários, monitorando os desdobramentos da crise. "Ao longo do mês de abril, ficou claro que o futuro é bem mais incerto do que todos pensavam no início de março. Por isso, o nosso planejamento precisa ser revisto. Neste momento, devemos nos basear no presente - e não na expectativa de futuro, como sempre fizemos em um contexto mais estável".

A empresa disse que vai oferecer um pacote de ajuda aos funcionários que foram desligados, que engloba a continuidade do plano de saúde por quatro meses, vale alimentação pelos próximos meses, além de apoio financeiro e ajuda na recolocação no mercado. "Ainda que o cenário de curto prazo seja desafiador, nos manteremos fortes e temos a confiança de que, quando o pior passar, voltaremos a pisar fundo no acelerador e contratar para o futuro como sempre fizemos", acrescentou Piau.

Em abril, a Stone junto com o Grupo Globo, criou a TON, uma empresa focada em atender as necessidades dos trabalhadores autônomos. O objetivo da fintech de serviços financeiros é se tornar a escolha número 1 destes profissionais, por disponibilizar, além da máquina de cartão, um cartão pré-pago, que possibilita ao empreendedor receber pagamentos, fazer depósitos de recursos, realizar transferências e compras on-line, além de buscar oportunidades para obtenção de crédito. Com ela é possível até contratar um seguro de vida para proporcionar mais tranquilidade ao cliente.

*Com agências Reuters e Estado


Recrutadores e a dura tarefa de contratar cientistas de dados

O maior gargalo é encontrar profissionais adequados às demandas das empresas e o Brasil, hoje, é um exportador de talentos para outros países.

Cenário ainda é nebuloso, mas aumenta a confiança na indústria eletroeletrônica

Após quatro quedas consecutivas, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do Setor Eletroeletrônico, aumentou 9,3 pontos no mês de junho em relação a maio, mas ainda fica abaixo dos 50 pontos, indicando o receito das empresas com relação ao impacto da Covid-19.

Bradesco: Open Banking tem regulamentação agressiva e será uma agenda de ataque

O conselheiro do banco, Maurício Minas, diz que os grandes bancos vão adotar técnicas de defesa frente à concorrência, sem deixar de partir ao ataque. "Nós temos funding, balanço e credibilidade", salientou. Bradesco promete o uso massivo das nuvens híbridas.

Câmbio pressiona componentes e repasse vai chegar ao consumidor

Em sondagem realizada pela Abinee,  69% das empresas reportaram "pressões acima do normal".  O custo do frete também impacta os preços em tempo de redução de produção por conta da Covid-19.

Banco Bari e Paraná Banco unem transformação digital ao Open Banking

O Pari, nascido 100% digital, e o Paraná Banco, com 40 anos de atividades, identificam no Open Banking a oportunidade de avançar e consolidar linhas de serviços.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G