INOVAÇÃO

Victor, a IA do STF, reduziu tempo de tarefa de 44 minutos para cinco segundos

Por Roberta Prescott e Rafael Mariano ... 17/10/2019 ... Convergência Digital

O Supremo Tribunal Federal desenvolveu uma Inteligência Artificial, batizada de Victor, que contribui  para dar maior eficiência na análise de processos, com economia de tempo e de recursos humanos. Tarefas que os servidores do Tribunal levam, em média, 44 minutos, podem ser feitas em cinco segundos pelo Victor. O algoritmo baseado em aprendizado de máquinas tem por finalidade analisar os temas de repercussão geral que, ainda que o STF tenha afirmado que não iria decidir, chegam a casa.

"O Victor analisa de forma automática se um recurso vincula matéria que o Supremo já disse que não examinará. No passado existia uma equipe para examinar estas matérias e hoje há apenas uma equipe que faz revisão", afirmou em entrevista em vídeo para CDTV, durante a ABES Software Conference, realizado no dia 14/10, em São Paulo, Alexandre Freire, assessor especial da presidência do STF.

O projeto foi desenvolvido em parceria com a Universidade de Brasília (UnB). O nome Victor é homenagem a Victor Nunes Leal, ministro do STF de 1960 a 1969, autor da obra "Coronelismo, Enxada e Voto" e principal responsável pela sistematização da jurisprudência do STF em Súmula, o que facilitou a aplicação dos precedentes judiciais aos recursos, basicamente o que é feito por Victor.

Na entrevista, Alexandre Freire também explicou que como o tribunal tem trabalhado para que não haja viés no uso de IA. "É necessário que se faça um estudo da melhor forma da construção argumentativa para que se evite que a máquina venha a pender apenas para um lado do litígio. Mas é um processo lento e gradual", afirmou. Assistam a entrevista.


Cloud Computing
Microsoft, pressionada pela Europa, atualiza cláusulas de privacidade em contratos de nuvem

O órgão de vigilância de dados da União Europeia iniciou, em abril, uma investigação para avaliar se os contratos da Microsoft com a Comissão Europeia e outras instituições da UE cumpriam as regras de proteção de dados.

Brasil monta centro para dados, IoT e industria 4.0 com Fórum Econômico Mundial

Sede será instalada no Instituto de Pesquisa Tecnológica de São Paulo e deverá entrar em operação no primeiro semestre de 2020.

Economistas lançam livro sobre Inovação associada à economia do compartilhamento

Paulo Bastos Tigre e Alessandro Maia Pinheiro analisam o impacto dos novos negócios, sob a ótica da academia, na economia digital.

ANAC faz consulta pública sobre futuro dos drones

Órgão regulador da aviação civil quer ouvir a opinião da sociedade sobre como conduzir a operação das aeronaves não tripuladas no País. Consulta irá até o dia 05 de fevereiro de 2020.

Iluminação inteligente é uma das apostas da NEC com Internet das Coisas

O gerente de soluções da engenharia da NEC do Brasil, Eduardo Ribeiro, diz que a fornecedora- que atua como orquestradora de soluções- criou uma plataforma multisegmento, baseada em inteligência artificial, para acelerar a adesão dos serviços inteligentes nos municípios brasileiros.

TIM: 5G vai democratizar o uso da robótica

À frente do projeto do robô Joquinha, criado para atender ao maestro João Carlos Martins, em parceria com a SPI Integração e a Nokia, a operadora considera que a robótica poderá redefinir um parque fabril de forma rápida e produtiva. "Estamos construíndo uma nova etapa", salienta o head de Inovação da TIM Brasil, Janílson Bezerra.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G