Clicky

SEGURANÇA

Hackers começam a vazar dados da Embraer

Convergência Digital* ... 08/12/2020 ... Convergência Digital

Os operadores do RansomExx ou Defray começaram a publicar na dark web, nesta segunda-feira, 07/12, uma série de documentos confidenciais da Embraer, revela o portal especializado em segurança da informação Ciso Advisor. O ransomware RansomExx ou Defray foi o que atacou e criptografou servidores na rede da empresa, a principal indústria aeroespacial brasileira e uma das mais importantes do mundo. É também o mesmo que atacou a rede do STJ em novembro. O vazamento da Embraer é entendido na comunidade de segurança como uma vingança dos cibercriminosos pelo fato de a empresa não ter pago resgate. O valor do regate é desconhecido por enquanto.

O material foi publicado no site de vazamentos do RansomExx/Defray: são dez arquivos, num total de 390,7MB, sendo os menores de apenas 300K – um deles tem o nome de “Embraer QNX source code”, ou seja, código-fonte do QNX utilizado pela Embraer provavelmente nos seus sistemas embarcados.

No dia 30 de novembro a Embraer publicou um comunicado de fato relevante para o mercado dizendo que sofreu um ataque cibernético que já havia resultado na publicação de documentos “supostamente atribuídos à companhia”. Na verdade a publicação ainda não havia sido feita mas a empresa já sabia que havia o vazamento.

Fonte: Ciso Advisor

Os nomes dos arquivos publicados sugerem seu conteúdo: Nigeria A-29 Program (A-29 é a designação da aeronave Tucano vendida para a Força Aérea da Nigéria); Employees information; Photos; OFP 2.0 abertura CPV; Supply Chain Subcontract; Fotos Filmes Figuras; RIG Prototipo; PIPO 0.3MB; Super Tucano sources, 3D models e Embraer QNX source code. Os hackers informam que mais artigos devem ser publicados nos próximos dias. Não se sabe se a Embraer se recusou a pagar o resgate cobrado pelos atacantes.


Vazamento de dados: Procon/SP diz que Serasa segue com respostas insuficientes

Ao complementar as informações solicitadas pela entidade de Defesa do Consumidor, a Serasa apresentou um paraecer técnico de empresa especializada de que os sistemas da empresa são seguros. Mas o Procon/SP diz que as respostas foram incompletas e pouco esclarecedoras.

Vazamento de dados: Sigilo prepara ação contra as teles e diz que disputa com Serasa não acabou

Instituto vai recorrer da decisão que desobrigou a Serasa a comunicar vazamentos."Não queremos demonizar ninguém, mas vazamentos geram desconfiança", diz o presidente, Victor Gonçalves.

DPO corre risco de ser punido por megavazamentos com base no Código do Consumidor

Ao participar de evento da associação nacional de encarregados de dados, ANPPD, a advogada Patricia Peck advertiu que a ANPD não tem a exclusividade para aplicar sanções. “o Código do Consumidor traz como crime não informar sobre dados tratados ou correções”.

Abranet: Notificação de incidentes de segurança à ANPD apenas em casos de alta relevância

Entidade sugere que os incidentes de segurança só devam ser notificados se envolver, por exemplo, informações que correspondam a mmais de 50% da base de dados.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G