Clicky

GOVERNO

Governo já tem 4,8 milhões de cadastros com biometria facial no Gov.br

Luís Osvaldo Grossmann* ... 10/03/2021 ... Convergência Digital

O cadastro unificado para atendimento online no serviço público federal já conta com 96 milhões de brasileiros registrados, sendo 4,8 milhões deles com identificação por biometria facial, agora batizada como nível ‘ouro’ no novo modelo de classificação

O nível bronze, prata e ouro – diretamente relacionadas às assinaturas digitais simples e avançada – implica no tipo de serviço público viável pela internet. Daqueles 96 milhões, 6,6 milhões estão identificados no cadastro governamental como nível prata, em grande medida oriundos da adesão de bancos públicos e privados ao login único do governo federal. Os demais 84,6 milhões têm assinaturas simples, ou bronze. Prata e ouro equivalem à assinatura avançada. 

Como previsto na Lei 14.063/20, uma assinatura simples pode ser utilizada para transações com entes públicos que não envolvam informações protegidas por grau de sigilo. Permite identificar quem assina em situações como, por exemplo: solicitação de agendamentos ou atendimentos; solicitação de acesso a portal do governo; envio de documentos digitais em geral; requerimento de benefícios assistenciais, trabalhistas ou previdenciários diretamente pelo interessado.

Já a assinatura qualificada equivale ao certificado digital, com a qual é possível realizar qualquer das transações online com o Poder Público. A inovação legal a partir de 2020 foi a criação da assinatura avançada, um nível intermediário de identificação entre o mero login e senha e a identificação via certificado digital, que em sua versão eletrônica é realizada com biometria, facial quando comparada com o banco de dados das carteiras de habilitação, ou pelas digitais dos dedos, cujo batimento se dá pelo banco de dados do Tribunal Superior Eleitoral. 

Recentemente a Receita Federal passou a habilitar serviços antes apenas possíveis com a assinatura qualificada, o nível ouro, mas agora autorizados com a assinatura avançada, prata. É o caso da ferramenta que apresenta uma versão pré-preenchida da declaração de renda de pessoa física a partir deste 2021, depois de ainda no ano passado ter dispensado o certificado digital de certas funções do sistema e-CAC. 

 "O gov.br expande a utilização das assinaturas eletrônicas, já que, gratuitamente, o cidadão pode realizar e assinar documentos resultantes de suas interações com os órgãos públicos", ressalta o secretário de Governo Digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro. "É um avanço que atende de forma massiva a população".

A julgar pelo recém aprovado projeto de lei 317/21, em vias de ser sancionado, a dispensa do certificado digital e o avanço da assinatura avançada, ou prata, será maior. Como definido pelo Congresso Nacional, também passam a prescindir do certificado digital as publicações legais de sociedades anônimas, prontuários eletrônicos, notificações de multas de trânsito, registros de atos processuais, emissões de nota fiscal eletrônica e demonstrativos contábeis, por exemplo.

* Com informações do Ministério da Economia


Dell: proteção de dados exige pilares na segurança cibernética

“Ataques estão mais sofisticados enquanto as pessoas e as empresas mais expostas. Precisamos de avançar na cultura da segurança cibernética”, observou o diretor da Dell para setor público, Bruno Assaf.

Plano do Ceitec é manter 105 empregados até leilão da estatal em setembro

Em audiências de conciliação no TRT-RS, trabalhadores defenderam a transferência, mas governo ainda resiste à proposta. Estatal em liquidação insistiu na demissão de 33 funcionários, suspensa pela Justiça.

ANPD define listas tríplices para vagas no Conselho Nacional de Proteção de Dados

Dos 122 indicados, Autoridade aprovou 39, de onde sairão os 13 escolhidos pelo presidente Jair Bolsonaro.  Brasscom, Federação Assespro, ConTIC e Feninfra estão entre os selecionados.

LGPD: cidadão vai controlar dados pessoais pelo portal Gov.br

Promessa é secretário de governo digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro. Plataforma permitirá ao cidadão revogar autorizações, ou reclamar à CGU.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G