INOVAÇÃO

Teles e bancos são setores mais avançados na transformação digital

Convergência Digital ... 30/07/2019 ... Convergência Digital

Companhias do setor financeiro e de telecomunicações estão à frente no processo de transformação digital. A constatação é do estudo Como Investem os Campeões Digitais, realizado pelo Boston Consulting Group (BCG) e que avaliou o Índice de Aceleração Digital (IAD) em nove segmentos da indústria.  O levantamento foi feito na  Ásia, Europa e Estados Unidos.

 Classificados como "campeões digitais", os setores de Serviços Financeiros e de Telecomunicações tiveram mais de 25% de suas empresas recebendo alta pontuação no IAD. Já no outro extremo estão as áreas de Energia e Setor Público, das quais mais de 40% das organizações obtiveram baixa pontuação no IAD e, com isso, foram incluídas no grupo dos "atrasados digitais”. Na faixa intermediária, estão, em ordem decrescente, os setores de Tecnologia, Automotivo, Transformação, Seguros e Consumo & Varejo.

 O IAD é uma metodologia criada pelo BCG que avalia o nível de maturação tecnológica de uma companhia. Seu cálculo considera fatores como a presença do digital na orientação da estratégia de negócios da empresa, a digitalização da atividade principal, o desenvolvimento de novas ferramentas e os facilitadores para a sua implantação. Para a realização do estudo, a consultoria entrevistou executivos de mais de 1.800 companhias asiáticas, europeias e dos Estados Unidos.

 O estudo identificou ainda três impulsionadores que têm acelerado a disrupção digital dessas indústrias. Empresas líderes empregam maior fatia das despesas operacionais em tecnologia. Paralelamente, implementam vários projetos pilotos que lhes permitem observar antecipadamente os benefícios das soluções digitais e orientar suas estratégias com base nessas informações. Já seus funcionários passam mais tempo dedicados à tecnologia.

Foram constatadas também três metas em comum entre os campeões digitais: tecnologia de alta performance, qualificação & ampliação de seus talentos e aprimoramento estratégico a partir do uso da inteligência artificial.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Maganine Luiza abre concurso para escolher startups

Rede varejista está com inscrições abertas para o seu primeiro pitch day de serviços digitais. "Queremos todos os tipos de startups", avisa a gerente do Magazine Luiza, Juliana Silva.

Só a inovação tira o Rio de Janeiro da estagnação econômica

A afirmação é do presidente do TI Rio, Benito Paret. Segundo ele, o Estado do Rio de Janeiro tem de buscar novos caminhos e eles passam pela inovação.

Petrópolis terá sensores IoT para prevenção de enchentes

Iniciativa é um projeto-piloto de cidades inteligentes, em parceria com o BNDES e com a ENEL, e começa a ser implantado no começo de 2020, revela o secretário de Desenvolvimento do município, Marcelo Fiorini. "Política pública não pode ser projeto político. Ela é de longo prazo", observa o executivo.

Startup cria software para detectar interações perigosas entre máquinas e homens

Até então incubada na UFF, no Rio de Janeiro, a Displace desenvolveu um software para proteger o homem na rotina da indústria 4.0. A ideia atraiu a atenção de grandes empresas, entre elas, a Ambev.

Finep tem crédito de R$ 200 milhões para projetos de indústria 4.0

Linha vai apoiar projetos em internet das coisas, big data, computação em nuvem, segurança digital, robótica avançada, manufatura digital e aditiva, inteligência artificial e digitalização.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G