Clicky

GESTÃO

Sistema trava para FGTS postergado e Caixa acusa alta demanda pela falha

Luís Osvaldo Grossmann ... 07/07/2020 ... Convergência Digital

Empresas de serviços de tecnologia da informação estão recebendo queixas dos clientes pela dificuldade em realizar o pagamento do FGTS por meio do portal Conectividade Social, gerenciado pela Caixa Econômica Federal. Com instabilidade, a navegação é interrompida, não sendo possível emitir a guia de recolhimento ou com exportação de dados incorretos. 

O recolhimento do fundo de garantia por tempo de serviço por postergado e parcelado como uma das medidas de resposta econômica à pandemia da Covid-19. Nesta terça, 7/7, vence a primeira parcela. Procurada por esta Convergência Digital, a Caixa indicou que a instabilidade é fruto da alta demanda do portal. 

“Mais de 900 mil empresas aderiram à suspensão da arrecadação pela MP 927. Nos momentos de maior concentração de acesso, o portal pode apresentar intermitências, sendo recomendado o acesso em horários alternativos”, informou à CEF. 

No endereço eletrônico para comunicações com a Caixa, as empresas já pedem medidas que permitam adiar esse primeiro vencimento, ou que abatam as multas por atraso até que a situação do portal tenha sido regularizada ou superado o congestionamento. 

A Caixa aponta, no entanto, que é somente o operador da regra. “Quanto à prorrogação do prazo para o pagamento, esclarecemos que a Caixa, na qualidade de Agente Operador do FGTS, cumpre com as determinações legais e adota as providências necessárias para operacionalização do Fundo de Garantia. Conforme estabelece a MP 927/20, o pagamento das obrigações referentes às competências março, abril e maio de 2020 deve ser quitado em até seis parcelas mensais, com vencimento no sétimo dia de cada mês, a partir de julho de 2020”. 


Receita começa a receber tributos federais pelo Pix

Banco do Brasil é o primeiro dos agentes arrecadadores a incorporar o sistema de pagamentos instantâneos. 

LGPD: Minicom cria comitê gestor de proteção de dados

Grupo deverá escolher o encarregado de dados da pasta em sua primeira reunião. O prazo dado pela Secretaria de Governo Digital para a escolha do DPO é de 30 dias, a contar a partir da sexta-feira, 20/11.

Servidor aposentado fará prova de vida por reconhecimento facial

Sistema que confere ‘selfie’ com base da CNH e TSE já é usado em projeto piloto do INSS. Iniciativa vai envolver 10 mil servidores aposentados.

Receita prorroga, de novo, prazo para Serpro parar de divulgar NFEs a terceiros

Prazo vencia em julho, depois setembro, depois dezembro e agora vai até março de 2021. 




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G