SEGURANÇA

Brasil despenca 17 posições em ranking global de Segurança Cibernética

Ana Paula Lobo* ... 03/03/2020 ... Convergência Digital

O Brasil despencou 17 posições no ranking global de segurança cibernética, um estudo feito com 76 países, pela Comparatech. O país estava na 30ª posição no ranking em 2019 e, agora, aparece na 13ª posição, ficando atrás apenas de países como Argélia, Síria, Irã, Turquia e Egito. O Brasil é apontado como o pior país da América Latina na parte de controle da segurança cibernética.

O levantamento levou em conta taxas de infecção por malware, ataques de malware financeiro, preparação para ataques cibernéticos e legislação de segurança cibernética. O estudo mostra que o índice de infecção por malware no Brasil chegou a 10,53% e o número de PCs infectados chegou a 11,40%. Os ataques de porta Telnet a dispositivos conectados ficaram em 8,56%. Numa comparação com a Dinamarca, o país mais bem preparado do ranking, esses ataques a dispositivos ficaram em 0,05%.

O estudo da Comparatech mostra ainda que o Irã é o país com maior porcentagem de infecções por malware móvel, com 52,68%. A Bielorrússia é o país com maior número de ataques financeiros de malware, 2,9%. A Tunísia aparece como o país com maior porcentagem de infecções por malware de computador, com 23,26%. Já a China tem destaque na maior porcentagem de ataques por porta telnet, por país de origem, com 13,78%.

O Japão perdeu espaço para a Dinamarca e caiu quatro posições. Já a Dinamarca deu um salto e 'roubou' a posição do Japão, mesmo sem ter leis específicas para crimes cibernéticos. Suécia, Alemanha e Irlanda também tiveram melhora no desempenho. Já França, Canadá e Estados Unidos saíram do top 5 dos países mais seguros ciberneticamente. Os Estados Unidos despencaram para a décima posição com maior número de infecções por malware e ataques Telnet.



Ministério Público lança cartilha sobre golpes no WhatsApp

Documento reúne orientações como evitar o compartilhameento de códigos enviados por SMS ou habilitação do sistema de verificação em duas etapas. 

Zoom é isca em 99% dos ataques com ferramentas de ensino online

Segundo levantamento das empresas de segurança Kaspersky, em todo o mundo invasões desse tipo cresceram 20.000%. Brasil é o quinto país mais atacado. 

Ataques de phising crescem 600% na AL. Netflix é o alvo dos hackers

Campanha em nome da OTT se distribui por meio de um e-mail com o assunto "Alerta de notificação". A mensagem informa sobre uma suposta dívida acumulada em nome da vítima que pode levar à suspensão do serviço caso não sejam tomadas medidas rápidas.

Brasil sofreu mais de 2,6 bilhões de ataques cibernéticos no 1º semestre

Configuração incorreta de servidores é o principal responsável pela maior parte das tentativas de invasão, reporta estudo da Fortinet. Cai o número de tentativas de golpes usando a Covid-19.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G