Qualcomm defende faixa de 6GHz para não licenciados atenta ao 5G

Por Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 31/07/2020 ... Convergência Digital

O Wi-Fi 6E será o futuro para complementar os serviços licenciados, pensando muito no 5G, afirmou o diretor sênior de Relações Governamentais da Qualcomm, Francisco Soares, ao participar do eForum Wi-Fi 6, realizado nesta quinta-feira, 30/07, pelo Convergência Digital e pela Network Eventos.

O executivo pontuou que a Qualcomm tem uma posição firmada sobre o destino da faixa de 6GHz: ela deve ser destinada integralmente aos serviços não licenciados. "Precisamos da faixa para não licenciados e para ter um complemento ao 5G. Hoje o Wi-Fi 6 é usado para complementar os serviços licenciados nas faixas de 2,4GHz e 5GHz", sustentou Soares.

O executivo lembra que para o Wi-Fi 6, que funciona nas faixas existentes como 2,4GHz e 5GHz, já existem equipamentos disponíveis no mercado. Já o Wi-Fi 6E depende da disponibilidade da faixa de 6GHz, mas a Qualcomm já tem o chip pronto para a tecnologia. "Aqui no Brasil dependemos da Anatel. Esperamos que a faixa seja destinada aos não licenciados", reforçou. Soares lembrou ainda que o mundo já discute o Wi-Fi 7.0, que vai permitir bandas ainda maiores". Assistam a participação de Francisco Soares, da Qualcomm.

Veja abaixo a íntegra do evento.


STJ confirma condenação da Telefônica por falta de cartões telefônicos

Multa estipulada foi de R$ 3 milhões, por conta da não venda de cartões indutivos de 20 unidades. Condenação da operadora foi mantida pela 1ª Turma do Superior Tribunal de Justiça.

Oi entra na disputa do mercado de marketplaces para consolidar marca de consumo

Plataforma OiPlace chega ao mercado com mais de 3 mil produtos. Tele também incluiu canal ao vivo no Oi Play, a partir da mudança da regra de conteúdo na Internet pela Anatel.

Em três meses, Anatel e PF apreendem mais equipamentos irregulares que em todo 2019

Somente entre julho e setembro deste 2020 foram 243,7 mil equipamentos sem certificação, entre baterias, carregadores, TV boxes, smartwatches e conversores digitais com Wi-Fi.

5G: Teles insistem em filtro nas parabólicas e rejeitam migração da TV

Estudo contratado pelas operadoras diz que mitigação da inferências do 5G nas antenas custaria R$ 224 milhões, enquanto transferir a recepção para a Banda Ku, acima de 10 GHz, seria R$ 1,8 bilhão. 

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G