Convergência Digital - Home

TIM contrata IBM e Capgemini e une nuvem e inteligência artificial

Convergência Digital
Convergência Digital - 12/12/2019

A TIM fechou contrato com a IBM e a Capgemini para utilizar soluções de Inteligência Artificial a serviço dos seus clientes e do processo de transformação digital da empresa. Os valores dos contratos não foram revelados. O objetivo é utilizar a tecnologia cognitiva para evoluir ainda mais a experiência dos clientes, que terão um atendimento mais assertivo e guiado pelas suas necessidades, além de proporcionar aos executivos da companhia subsídios para que possam tomar decisões de negócio focadas em otimizar os processos internos da operadora.

"A inovação faz parte do DNA da TIM. Por isso, queremos utilizar a inteligência artificial desde a modelagem de uma oferta até a adoção de uma central de atendimento responsiva no processo de transformação digital da companhia", explica Auana Mattar, CIO da TIM Brasil. A solução, que contou com serviços de desenvolvimento da IBM, terá como foco o melhoramento do front-office transformando a interação dos clientes no canal de voz por meio de um autoatendimento cognitivo, que garantirá a eficiência na resolução de pedidos.

A interação, feita de forma automatizada pelo telefone, permite que muitas solicitações sejam filtradas e tratadas de imediato, reduzindo o tempo de resolução das demandas e melhorando ainda mais a relação com os clientes neste canal de atendimento. Ao oferecer um sistema que permita interagir em linguagem natural, a TIM está indo um passo além no atendimento telefônico ao cliente. A solução é pioneira no setor, desenvolvida por IBM Services e viabilizada com serviços em IBM Cloud.

Já a Capgemini, uma das líderes globais em consultoria e serviços de tecnologia, suportará todo o back-office, viabilizando a transformação digital através da tomada de decisão inteligente com uso de IA (Inteligência Artificial) e RPA (Robotic Process Automation) focados na implementação de processos apoiados pela inteligência artificial em toda empresa.


Recrutadores e a dura tarefa de contratar cientistas de dados

O maior gargalo é encontrar profissionais adequados às demandas das empresas e o Brasil, hoje, é um exportador de talentos para outros países.

Destaques
Destaques

Metade das empresas no Brasil não confia na própria análise dos dados

Levantamento da Serasa Experian mostra ainda que 42% das companhias brasileiras admitem perder dinheiro com a má qualidade das informações. Má governança é vista como um desafio a ser superado. O mais grave: mais de 70% destão sem estratégia para superar essa etapa.

Dataprev vai comprar Inteligência Artificial e exige uso da nuvem pública

Estatal de TI não revela o montante a ser pago, mas diz que contrato será de 24 meses e inclui capacitação técnica dos funcionários, no modelo de serviços por demanda. Propostas devem ser enviadas até o dia 20 de julho.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site