Home - Convergência Digital

Vivo chega a 10 milhões de dispositivos conectados à IoT

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 22/01/2020

A Vivo Empresas, segmento corporativo da Telefônica Brasil, registrou a marca de 10 milhões de dispositivos conectados máquina-a-máquina, o que a empresa calcula representar 40% dos dispositivos IoT no país. O serviço impulsiona o ecossistema de Internet das Coisas para o mercado corporativo ao ampliar a conexão para os milhões de dispositivos existentes. 

Segundo a Vivo, a plataforma permite que as empresas façam alterações massivas em seus dispositivos, como bloqueio e desbloqueio de linhas, trocas de chip ativo, troca de número, dentre outras funções. Uma mesma empresa pode ter dezenas, centenas ou milhares de dispositivos conectados. A Vivo também ampliou as políticas de segurança, com alertas de acessos suspeitos que são enviados às empresas no momento da detecção. 

Além de segurança de todas as informações e dados trafegados, ela permite integração sistêmica através de APIs, gerenciamento de diferentes tecnologias como NB-IoT e LTE-M, além de analytics para geração de insights importantes para a tomada de decisão do cliente. 

“Utilizamos a conectividade M2M, segmento que somos líderes, como um dos pilares centrais para alavancar nossas iniciativas em IoT, com uma proposta de valor com soluções fim a fim para diversos setores, incluindo segurança e Big Data”, afirma o head de Inovação, IoT e Big Data B2B a Vivo, Diego Aguiar. 

“A Vivo está à frente no mercado, como uma das poucas empresas a desenvolver uma plataforma exclusiva de gerenciamento de conectividade, oferecendo às empresas total autonomia e eficiência na gestão dos dispositivos conectados”, explica Diego Aguiar, chefe de inovação, IoT e Big Data B2B da Vivo. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

15/04/2020
Internet das Coisas: Quase 30% das empresas sofreram incidentes de segurança

25/03/2020
Brasil contabiliza 19% dos projetos de IoT em produção na América Latina

18/02/2020
Conexão das coisas será quase a metade dos acessos à Internet no Brasil em 2023

14/02/2020
É urgente fazer software inteligentes para avançar Internet das Coisas no Brasil

10/02/2020
Bosch usa o Tinbot, robô brasileiro, para ampliar negócios em IoT

31/01/2020
Financiamento para IoT no BNDES recebe propostas até o dia 07

22/01/2020
Vivo chega a 10 milhões de dispositivos conectados à IoT

16/01/2020
Rede de IoT da American Tower atinge 220 cidades

07/01/2020
O carro será uma Internet das Coisas

18/12/2019
Fazendas da Atto Sementes contratam 4G e IoT da Vivo

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site