Clicky

SEGURANÇA

Hacker põe a venda 270 milhões de registros relacionados à Dataprev

Convergência Digital ... 02/02/2021 ... Convergência Digital

Mais uma denúncia séria de vazamento de dados dos brasileiros acontece no mercado. Um anúncio, publicado na madrugada desta terça-feira, 02/02, em um fórum da dark web está oferecendo para venda uma tabela de dados com 270 milhões de registros de brasileiros relacionados à Dataprev, empresa de tecnologia da informação da Previdência Social. A informação foi obtida pelo site especializado Ciso Advisor.

A lista com dados de pessoas, como nome, CPF, e-mail, endereço, entre outros, consta nos 57 bancos de dados obtidos pelo cibercriminoso. Segundo ele, os dados estão sendo organizados para, depois, serem vendidos. Nesse tipo de ataque é comum, no entanto, o hacker monetizar uma parte do banco de dados e depois vazá-lo na internet. Conforme o anúncio do cibercriminoso, a base de dados da estatal foi violada em julho de 2020.

Com sede em Brasília, a Dataprev é responsável, entre outros serviços, por processar o pagamento mensal de cerca de 35 milhões de benefícios previdenciários, inclusive o Auxílio-Doença, benefício pago temporariamente ao segurado incapaz para o trabalho em decorrência de doença ou acidente.

A empresa responde também pelo aplicativo online que faz a liberação de seguro-desemprego. Além disso, a Dataprev processa as informações previdenciárias da Receita Federal do Brasil e responde pelas funcionalidades dos programas que rodam nas estações de trabalho da maior rede de atendimento público do país, somadas as Agências da Previdência Social aos postos do Sistema Nacional do Emprego (Sine).


Morre Raphael Mandarino Jr, especialista em segurança da informação no governo

Primeiro diretor do Departamento de Segurança da Informação e Comunicações da Presidência da República, Raphael Mandarino Jr, morreu neste sábado, 08 de maio. O Convergência Digital apresenta condolências à família e lamenta muito a perda de um especialista do setor.

Em cada 10 HDs ou cartões de memória descartados, nove contém dados pessoais

Estudo mostra que em 74% dos casos foi possível recuperar arquivos esquecidos, como anotações de reuniões, documentos fiscais, informações fiscais entre outras, nas mídias digitais. 

Banco é condenado a indenizar cliente vítima de golpe do WhatsApp

Decisão foi do juiz Guilherme Ferreira da Cruz, da 45ª Vara Cível Central de São Paulo e abre precedente para outras ações.

Reuso de dados em poder do governo exige regras específicas

Em artigo anterior à nomeação para ANPD, Miriam Wimmer discute a necessidade de salvaguardas para o uso de informações pelo Estado para finalidades diferentes das que justificaram a coleta original. 



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G