Convergência Digital - Home

Transformação digital não é levar aplicação para nuvem ou usar um chatbot

Convergência Digital
Por Ana Paula Lobo e Roberta Prescott - 18/10/2019

Dentro do mercado global de tecnologias da informação e comunicação (TIC), o Brasil se mantém no sétimo lugar, com US$ 97 bilhões investidos em 2018. "Estamos vendo gradativamente a transformação dos investimentos em infraestrutura em TI e neste momento estamos no ponto equilibrado, perto do que tem nos mercados mais maduros, que é meio a meio, com US$ 47 bilhões em investimentos em TI e US$ 50 bilhões em telecom", apontou Luciano Ramos, gerente de pesquisa de consultoria da IDC, durante a ABES Software Conference, realizada no dia, 14/10, em São Paulo .

Na relação investimentos em TICs e o Produto Interno Bruto (PIB), os 2,3% do Brasil estão acima dá média de 1,9% da América Latina, mas ficam abaixo do vizinho Chile (2,4%) e de mercados como os Estados Unidos, países da Europa e Japão, nos quais o porcentual varia entre 2,9% e 4,2%. "Temos espaço para melhorar e tornar nossas empresas mais inovadoras e competitivas", disse.

Tema bastante em evidência, a transformação digital, segundo Luciano Ramos, deve ser trabalhada sob diversos aspectos, incluindo, a transformação da liderança, do modelo de negócio, da fonte de trabalho e entregando uma experiência omnipresente aos clientes. A IDC estima que pelo menos 41% do PIB da América Latina vai estar digitalizado até 2021, com crescimento impulsionado por ofertas, operações e relações melhoradas digitalmente.

As companhias, como demonstrou o consultor da IDC, estão mais conscientes do que é transformação digital. Se no estudo da IDC de 2017, 74% das empresas afirmaram estar nos primeiros estágios da transformação digital, em 2018, esse porcentual subiu para 88%. "As empresas estão vendo que transformação digital não é apenas levar uma aplicação para nuvem ou lançar um aplicativo. Também já entendem que ter chatbot não é uso de inteligência artificial. Elas se tornaram mais críticas", completou.

Para Ramos, a vigência da Lei Geral de Proteção de Dados, a partir de agosto de 2020, não será conflitante com a transformação digital. Com relação aos empregos, Ramos admite que o desafio é o de capacitar os empregaos para as novas funções que vão surgir. Assistam a entrevista com o consultor da IDC, Luciano Ramos.


Destaques
Destaques

Governo negocia para transformar Foz do Iguaçu em zona franca para datacenters

O secretário de Telecomunicações do MCTIC, Vitor Elisio de Menezes, conta que negocia a incorporação dos datacenters em uma classe especial para consumo de energia, ativo que mais encarece as operações no Brasil.

Para OCDE, a transformação digital está no topo da agenda global

Brasil ainda precisa superar o desafio da inclusão digital, afirma o diretor da entidade para América Latina, Roberto Martínez Yllescas.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

As lições do buraco negro e da análise de dados às empresas

Por Paulo Watanave*

O fato é que por trás das aplicações e sistemas usados nas operações já existe um grande e variado conjunto de insights e algoritmos que podem ser usados para gerar valor real às organizações e para as pessoas de um modo geral. Estima-se que menos de 10% das companhias em todo o mundo tenham estratégias bem definidas para a utilização dos recursos digitais e das informações.

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site