Convergência Digital - Home

Embratel: multicloud dá liberdade para o cliente escolher a nuvem que quer

Convergência Digital
Ana Paula Lobo e Rafael Mariano - 17/06/2019

O mundo mudou, os clientes mudaram, e a Embratel ou qualquer outra prestadora de serviços de telecomunicações precisa estar pronta para atender às novas demandas, observa o diretor-executivo, Antonio João Filho. Segundo ele, mesmo com as novas tecnologias, a conectividade é o pilar da transformação digital.

"A conectividade precisa ser robusta, a comunicação precisa ser perene e estar disponível o tempo todo para que o negócio funcione", salientou em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital.

Com relação à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, o papel da Embratel é oferecer segurança para evitar que as empresas sejam surpreendidas por vazamento de dados ou ataques DDoS que paralisem as suas atividades. "Nós, como prestadoras de serviços, oferecemos testes de vulnerabilidades para mitigar os riscos", afirmou.

O uso da nuvem cresce e os bancos, de três anos para cá, estão mais abertos, especialmente após a resolução do Banco Central que permitiu o uso de nuvem não proprietária. No caso da Embratel, a estratégia foi centrar os negócios na multicloud. "Temos a nossa nuvem própria para oferecer, mas também oferecemos as nuvens de parceiros como AWS, Google e Azzure", disse. Para Antonio João Filho, multicloud permite ao cliente a liberdade de escolher a nuvem mais aplicada ao seu modelo de negócio. Assistam à entrevista com Antonio João Filho.


Destaques
Destaques

Rio de Janeiro terá licitação de nuvem para dados abertos do Governo

Processo está sendo conduzido pelo Ministério Público do Rio de Janeiro e ganhou 'musculatura' com a adesão do governo do Estado, revela o procurador geral da Justiça, José Eduardo Gussem.

Zipp, supermercado 100% online, expande operação com análise de dados em tempo real

Com atuação em Niterói e no Rio de Janeiro, a rede quer expandir para São Paulo em 2020 e tem a tecnologia como ponto central da estratégia.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

As lições do buraco negro e da análise de dados às empresas

Por Paulo Watanave*

O fato é que por trás das aplicações e sistemas usados nas operações já existe um grande e variado conjunto de insights e algoritmos que podem ser usados para gerar valor real às organizações e para as pessoas de um modo geral. Estima-se que menos de 10% das companhias em todo o mundo tenham estratégias bem definidas para a utilização dos recursos digitais e das informações.

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site