Home - Convergência Digital

App Coronavírus SUS fará teste e vai enviar notificações

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 01/04/2020

O aplicativo Coronavírus SUS, desenvolvido pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus) e ofertado nas lojas virtuais do governo federal e nas principais plataformas digitais, ganhou uma atualização. Entre as principais novidades está o envio de mensagens e alertas por meio do gerenciador de notificações dos dispositivos móveis.

Disponível de forma gratuita desde de 28 de fevereiro, o aplicativo Coronavirus SUS, já baixado por mais de 3,5 milhões de usuários, reforça as ações do governo federal no combate à proliferação do novo coronavírus no país. A recente atualização permite que o Ministério da Saúde possa enviar mensagens e alertas aos celulares e tablets, mesmo com o app fechado ou não sendo utilizado naquele momento. A ferramenta deixa que a Secretaria de Vigilância em Saúde disponibilize comunicados para usuários em geral ou segmentos públicos específicos.

O teste de possível infecção também foi aprimorado. Foram incluídos novos dados que qualificam o usuário dentro dos grupos de risco, conforme idade, sexo e comorbidades (associação de duas ou mais doenças). As recomendações para o usuário, de acordo com o resultado do teste, estão classificadas em: caso provável, não provável, grave e indicação de isolamento. Vale ressaltar que o teste é apenas um indicativo, precisando ser referendado por uma autoridade médica.

Os detalhes sobre as unidades básicas de saúde mais próximas também foram atualizados e agora informam, por exemplo, os horários de atendimento ao público e se, no momento da consulta, estão abertas ou fechadas.

O conteúdo do aplicativo está disponível, além de língua portuguesa, em espanhol e inglês, ampliando o acesso à informação a estrangeiros. Ainda, a plataforma ganhou recursos de acessibilidade, garantindo informações às pessoas com deficiência.

* Com informações do ME

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/05/2020
Aplicativos da Caixa para auxílio emergencial somam 187 milhões de downloads

22/05/2020
Valid conclui aquisição da Estacionamento Digital por R$ 4,9 milhões

22/05/2020
Anatel: Parabólicas comprometem porta de entrada do 5G no Brasil

22/05/2020
Oi: Covid-19 reforçou telecom como essencial, mas impasse tributário continua

22/05/2020
Brasileiros pagaram R$ 7,4 milhões por hora em impostos em serviços de telecom

22/05/2020
Neoenergia investe R$ 127 milhões na transformação digital

21/05/2020
Dataprev minimiza fraudes no Auxílio Emergencial e diz que usou dados da Receita

21/05/2020
Governo reabre prazo para doações de PCs, notebook e tablets para teletrabalho

21/05/2020
Transformação digital obrigatória pela Covid-19 abriu vagas de empregos em TI

21/05/2020
Mais de 60 mil pessoas buscam cursos gratuitos online na pandemia em São Paulo

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site