Home - Convergência Digital

TST: Serviço repassado pelo celular configura vínculo trabalhista

Convergência Digital* - 13/10/2020

A 6ª turma do Tribunal Superior do Trabalho rejeitou o exame do recurso de uma distribuidora de energia contra decisão em que foi reconhecido o vínculo de emprego de um ajudante de eletricista terceirizado. A empresa sustentava que as regras que autorizam a terceirização da atividade-fim foram desconsideradas, mas o colegiado entendeu comprovada a subordinação direta do empregado.

Os autos dão conta da existência dos requisitos de pessoalidade e subordinação na relação jurídica entre as partes, "sobretudo pelo fato de os serviços a serem executados serem repassados aos eletricistas por meio do aparelho eletrônico". Com isso, a empresa foi condenada a retificar a carteira de trabalho e a pagar diversas parcelas salariais. 

Na reclamação trabalhista, o eletricista disse que sempre foi empregado da empresa de energia. Sustentou que recebia os dados das ordens de serviço diretamente do centro de distribuição de serviço da empresa, por meio de telefone celular e outros aparelhos móveis, e que essas ordens eram registradas no sistema da empresa para eventual responsabilização de quem executou o trabalho. Na ação, ele pediu a nulidade de contrato com a prestadora de serviços, que, segundo ele, o remunerava indiretamente.

Em sua defesa, a distribuidora sustentou a licitude da terceirização e negou qualquer tipo de subordinação do empregado. A concessionária garantiu que o eletricista jamais atuou na sua atividade-fim, mas em atividades acessórias, como manutenção, corte e leitura de medidores de energia elétrica. Mas a decisão foi unânime em favor da existência de vínculo.

* Com informações do portal Migalhas

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

17/12/2020
CNJ aprova regras para tribunais e cria grupo de segurança cibernética

10/12/2020
STJ decide que WhatsApp não pode ser obrigado a entregar dados por usar criptografia

19/11/2020
TJRJ cria canal online para pedido de proteção contra violência doméstica

19/11/2020
Com GSI e PF, Judiciário reage aos hackers e agiliza estratégia contra cibercrime

12/11/2020
CNJ convoca PF e CDCiber para Comitê de Segurança Cibernética

12/11/2020
STJ: Rede social não pode ser multada por não fornecer dados que não existem

10/11/2020
No STF, Anatel defende gratuidade do direito de passagem

10/11/2020
Após ataque e estrago no STJ, Judiciário anuncia criação de comitê cibernético

16/10/2020
Claro deve indenizar em R$ 5 mil cliente que perdeu tempo por mau atendimento

13/10/2020
TST: Serviço repassado pelo celular configura vínculo trabalhista

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Na liderança, curiosidade insana e coragem impactam mais que a competência

Vice-presidente para setor público na AWS, Teresa Carlson, e Indra Nooyi, membro do board da Amazon e ex-CEO e chairman da PepsiCo, admitiram que a Covid-19 tem provocado crises existenciais em muitas pessoas e que, há, sim, um forte e um injusto desequilíbrio para as mulheres.

Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

Pesquisa nacional, realizada pela Assespro-Paraná e pela UFPR, mostra a desigualdade econômica do país. No Nordeste, em Sergipe, a média salarial é de apenas R$ 1.943.00. Em São Paulo, essa média sobe para R$ 6.061,00. Outro ponto preocupante: a diferença salarial entre homens e mulheres segue acima de dois dígitos.

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site