Convergência Digital - Home

Com nuvem da Salesforce, Alelo se transforma em uma empresa de dados

Convergência Digital
Ana Paula Lobo - 03/12/2018

A Alelo está usando a nuvem - ou melhor a solução Salesforce Sales Cloud - para digitalizar o seu front office de vendas e se consolidar como uma empresa de dados, afirma o diretor de Marketing e Produtos da companhia, André Turquetto. A Alelo é especializada na concessão de benefícios e controlada pelo Banco do Brasil e Bradesco.

"Temos forte atuação em diferentes ramos como alimentação, transporte e saúde, mas queremos mais. Os dados que acumulamos são um potencial de oportunidades", observa o executivo. A parceria com a Salesforce começou em 2014 e, desde então, é aperfeiçoada. O uso do Salesforce Sales Cloud mobilizou treinamento, capacitação e preparação.

"Não basta digitalizar as ferramentas se as pessoas não estiverem preparadas. Nós treinamos nossa força de vendas, nós criamos um modelo mais liberal, mas ao mesmo tempo, temos mais controle das atividades. Não é um monitoramento de vigilância. Em vendas, quem atua bem, ganha mais. No caso, montamos um modelo ganha-ganha", salienta Turquetto.

Com o uso maior dos dados, a Alelo já está se adequando às regras estabelecidas pela Lei de Proteção de Dados Pessoais, mesmo sem uma definição sobre a criação da Autoridade Nacional de Dados. O prazo de 20 meses de adequação foi considerado justo e a Alelo, afirma o diretor de Marketing da companhia, já cumpre boa parte dos requisitos exigidos. "Nossa preparação já começou. Estamos trabalhando para ficar dentro da legislação, mas muitos dos pontos exigidos já eram usados como base da nossa atuação", salienta.

A Alelo também está usando o Salesforce Mobile App para tablets e smartphones. Todo o projeto de adoção do Salesforce Sales Cloud foi feito na metodologia Agile (Ágil) e passou por quatro estágios: detalhamento de necessidade, com consultoria feita pela Salesforce pela Accenture, responsável pela implantação, desenvolvimento, prototipação, teste, homologação e adoção. Os valores do contrato não foram revelados pelas partes.

O vice-presidente de Marketing para a América Latina da Salesforce, Daniel Hoe, diz que o Brasil passa pela segunda fase do uso CRM como ferramenta de trabalho. "Muito se investiu para o back office. Mas agora, com a digitalização, o front office, enfim, ganha atenção. A maior parte das aplicações visa o cliente. Isso é um ganho sem igual. Há muito para se conquistar", afirma. A Salesforce apresentou o seu escritório conceito na capital paulista, que replica moldes globais e também definido pela metodologia Agile, para reunir os cerca de 300 funcionários no País.


Cientista de dados vai muito além de um analista de BI

São os cientistas de dados que têm capacidade de levar milhares de variáveis em consideração para definir a melhor tomada de decisão, pontua Luiz Malere, gerente de customer advisor e inovação do SAS.

Destaques
Destaques

Armazenamento por serviço: um mercado em alta com privacidade de dados

IDC prevê que, em 2023, o mundo terá 11,7 ZB de dados armazenados, em comparação aos 5,0 ZB, apurados em 2018.

Metade das empresas no Brasil não confia na própria análise dos dados

Levantamento da Serasa Experian mostra ainda que 42% das companhias brasileiras admitem perder dinheiro com a má qualidade das informações. Má governança é vista como um desafio a ser superado. O mais grave: mais de 70% destão sem estratégia para superar essa etapa.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Dados em tempo real fazem toda a diferença no e-commerce

Por Leandro Rodriguez*

O tempo se tornou o fator crítico no relacionamento entre vendedor e comprador. Levar informações em tempo real a uma filial local ou a gerentes de loja pode ser determinante para a aquisição de clientes e, consequentemente, aumentar as vendas.

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site