Clicky

GOVERNO » Política Industrial

Governo promete nova Emenda Constitucional para Lei de Informática

Luís Osvaldo Grossmann ... 11/03/2021 ... Convergência Digital

Depois da nota do Ministério da Economia que prometeu preservar a Lei de Informática dos cortes sobre incentivos fiscais, como previsto na PEC 186/19, o governo indicou que vai dar a essa legislação o mesmo status constitucional que protege o Polo Industrial de Manaus. O movimento busca garantir apoio para evitar mudanças além das combinadas na PEC Emergencial. 

“Estamos hoje construindo a votação do segundo turno da PEC Emergencial e no acordo de hoje está, além dos destaques que foram anotados para dar progressão a todos os servidores públicos, também está um acordo no sentido de que a Lei da Informática virá no plano de redução de incentivos fiscais, previstos na PEC, que a Lei da Informática será preservada integralmente. Não haverá alteração, o plano trará a Lei de Informática integralmente”, afirmou o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), durante a votação, nesta quinta, 11/3, da PEC em segundo turno. 

Adicionalmente, o líder do governo prometeu incluir os benefícios da Lei de Informática na Constituição. “Como a Zona Franca de Manaus ficou preservada no texto da PEC, portanto o incentivo fiscal de Manaus tem status constitucional, nós nos comprometemos a fazer uma nova emenda constitucional que trará os incentivos da Lei de Informática o mesmo nível hierárquico em que está a Zona Franca de Manaus.”

Como completou, “isso traz segurança jurídica para todos que investem nesse setor. E o Brasil é competitivo. É o segundo maior produtos de smartphones, tablets e computadores depois da China. A Lei de Informática é muito importante para o Brasil e vamos preservá-la.”

O primeiro-vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL-AM), afirmou que o acordo para preservar os incentivos da Lei de informática tem o apoio da Bancada do Amazonas. "Nós seríamos beneficiados por que a Zona Franca de Manaus atrairia investimentos, com perdas para Pernambuco, São Paulo, Minas Gerais e outros estados. Mas firmamos um pacto de equilíbrio entre as duas leis, da Zona Franca e de Informática", disse.


Deputados aprovam urgência para o PL de privatização dos Correios

União teria a obrigação de  prover o serviço postal universal, que inclui encomendas simples, cartas e telegramas. Todos os outros produtos poderão, se o PL 591/21 for de fato aprovado no Congresso Nacional, serem repassados à iniciativa privada.

Ministério da Justiça exige cadastro de redes sociais no Consumidor.gov.br

Nova portaria da Secretaria Nacional do Consumidor amplia o rol de empresas que devem fazer parte do portal de mediação online de atendimento aos consumidores. 

Simples de março, abril e maio é prorrogado para segundo semestre

Recolhimento poderá ser feito a partir de julho, com opção de pagamento em duas parcelas. 

Transformação digital: Atenção do governo ao risco de digitalizar a burocracia

“A meta é digitalizar 100% dos serviços, mas o desafio é não fazer mera transposição do que existe para o digital”, afirma o secretário adjunto de governo digital, Ciro Avelino. 

Sobram candidatos e faltam cadeiras para TICs no Conselho Nacional de Proteção de Dados

Além de três das grandes entidades empresariais de tecnologia da informação, ABES, Assespro e Brasscom, os dois assentos setoriais são disputados pela Abert, Sebrae e bureaus de crédito. Pelo menos. 



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G