Home - Convergência Digital

Na Alemanha, uso de dados móveis contra Covid-19 apenas com autorização

Convergência Digital* - 31/03/2020

Apesar da pressão do comissário europeu de mercado interno, Thierry Breton, ele mesmo ex-presidente da France Telecom, a Alemanha já avisou que será cautelosa no uso dos dados pessoais da telefonia móvel no monitoramento da Covid-19. 

Em entrevista de rádio nesta terça, 31/3, a ministra da Justiça alemã Christine Lambrecht, disse que no país só serão utilizados os dados se houver autorização voluntária. 

“É realmente uma infração se eu retiver esses dados. Concordo com todos que alegam que há uma chance de quebrar a disseminação da infecção, mas isso só é possível se aqueles que tem os dados em seus celulares móveis o façam voluntariamente”, afirmou a ministra. 

O governo da Alemanha pretende lançar um aplicativo nas próximas semanas que ajude a rastrear as infecções pelo coronavírus, a partir de um amplo consenso político de adoção do uso dos dados móveis, depois de experiências bem sucedidas em países como Cingapura e Coreia do Sul. 

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

01/07/2020
Covid-19: ativado o primeiro repositório de dados abertos do Brasil

30/06/2020
Tecnologia foi um dos setores que mais demandou contratação de temporários

29/06/2020
Apenas 15% das PMEs conseguiram crédito durante pandemia de Covid-19

29/06/2020
Autorregulação marca o retorno ao trabalho das empresas de TI em São Paulo

29/06/2020
Demanda por renegociação de contratos de telecom aumenta 30% na pandemia

29/06/2020
Governo monta grupo de TI com Serpro e Dataprev para ações pós Covid-19

26/06/2020
Grupo Fleury: pandemia mostrou que saúde tem de estar 100% conectada

25/06/2020
Justiça do Trabalho acumula 8,6 mil ações relacionadas à Covid-19

24/06/2020
STF confirma que jornada e salário de servidor público não podem ser cortados

24/06/2020
Caixa aproveita contratos não usados e avança na nuvem pública com a Microsoft

Destaques
Destaques

Oi Móvel terá um 'único' dono e Oi não se exclui do jogo do 5G

O CEO da Oi, Rodrigo Abreu, descartou a possibilidade de vender a Oi Móvel 'fatiada' para atender aos interessados: Vivo/TIM e Claro. "Sem chance. O ativo será vendido todo", disse. Sobre o 5G, diz que dependendo do modelo de venda, a Oi entra pensando em B2B, IoT e até para ser MVNO.

Regulamentação de IoT passa por tratar a coleta e a proteção dos dados

De acordo com a KPMG, será preciso ainda cuidar da avaliação de riscos, governança, gestão da configuração e gestão da cadeia de suprimentos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site