Clicky

INTERNET

NIC.br divulga série de animações que incentivam uso seguro da internet

Convergência Digital* ... 21/10/2020 ... Convergência Digital

O Centro de Estudos e Pesquisas em Tecnologia de Redes e Operações (Ceptro.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) lançou nesta quarta, 21/10, o projeto Cidadão na Rede, que tem o objetivo de difundir e incentivar boas práticas relacionadas à cidadania digital e ao bom uso da Internet. A iniciativa conta com animações curtas que explicam de maneira simples como usar a rede de forma correta e responsável, abrangendo questões técnicas e comportamentais, para que dicas importantes sejam transmitidas e compartilhadas pela rede.

Os primeiros vídeos já estão disponíveis no site cidadaonarede.nic.br e podem ser baixados e compartilhados por qualquer pessoa ou instituição em sítios web, redes sociais, mídia interna em condomínios e quaisquer outros meios de interesse. Para o lançamento foram preparados vídeos sobre como criar boas senhas e gerenciá-las, autenticação em dois fatores, boatos na rede, uso de repetidores de Wi-Fi, cyberbullying, compras on-line. São abordados assuntos do momento e dúvidas comuns entre os usuários de Internet, sempre trazendo uma dica prática sobre como cada um pode usar melhor a Internet, de forma mais completa, responsável e segura.

“A ideia de desenvolver vídeos que esclareçam dúvidas e conceitos básicos sobre temas relevantes para o dia a dia na rede, e que despertem o interesse das pessoas, surgiu ao vermos bons exemplos acontecendo em outros países. O Cidadão na Rede tem o objetivo de levar informação útil sobre vários tópicos relacionados à Internet. Adaptamos a linguagem para que fosse de fácil entendimento para o maior número de pessoas e, com isso, queremos contribuir para uma ambiente on-line cada vez melhor no Brasil”, explica Eduardo Morales, coordenador das iniciativas de disseminação de conhecimento do Ceptro|NIC.br e idealizador do projeto.

Para garantir que os vídeos atinjam o maior número possível de pessoas, a ideia é firmar parcerias com provedores de Internet e empresas que fornecem conteúdo televisivo para edifícios comerciais e residenciais. “Planejamos disponibilizar cerca de 20 vídeos neste ano. Nosso objetivo é ter o maior número possível de empresas e outras entidades abraçando o projeto. Organizações interessadas poderão inserir suas logomarcas no material e distribuí-lo em seus canais de mídia, configurando assim oficialmente seu apoio. Promover o uso pleno e consciente da Internet é papel de todos. Acreditamos que os provedores, as plataformas de distribuição de conteúdo em locais públicos e grandes empresas se interessarão pela iniciativa, assim como universidades, ONGs e entidades governamentais”, completa Antonio M. Moreiras, gerente de Projetos e Desenvolvimento do Ceptro/NIC.br.

* Com informações do NIC.br


Revista Abranet 33 . jan-mar 2021
Veja a Revista Abranet nº 33
A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais impõe a contratação de um DPO (Data Protection Officer), profissional que tende a ficar cada vez mais requisitado e valorizado... Veja a revista completa.
Clique aqui para ver outras edições

E-mails falsos representam 91% das ameaças cibernéticas detectadas em 2020

Estudo mostra que foram detectadas 119 mil ameaças cibernéticas por minuto ao longo do ano passado. Também revela que os ataques aos dispositivos domésticos cresceram 210%.

TJSP multa app de transporte em R$ 3 mil por cobrança indevida de R$ 500

A 20ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve condenação da 99 Táxis, após cobrança pelo motorista em maquiná de cartão de R$ 532 por corrida. 

Ceará está proibido de impedir teles de bloquearem acesso à Internet ao fim da franquia de dados

Lei cearense foi considerada inconstitucional por decisão majoritária dos ministros do Supremo Tribunal Federal. O STF diz que confere à União, a competência privativa de dispor sobre telecomunicações.

STF decide que direito ao esquecimento não se aplica no Brasil

Em caso com repercussão geral, Supremo também fixou tese de que o conceito é incompatível com a Constituição Federal. 

Justiça manda Facebook remover críticas ao uso de máscaras contra a Covid-19

Rede social deve tirar do ar vídeo que questiona a validade de um decreto municipal, em Santa Catarina, que obriga o uso de máscaras pela população para evitar a propagação do novo coronavírus. 



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G