Clicky

NEGÓCIOS

Mais da metade da indústria segue sem componentes e 24% paralisaram atividades

Convergência Digital* ... 27/03/2020 ... Convergência Digital

Uma quarta sondagem realizada pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), entre os dias 23 e 25 de março, sobre o impacto da pandemia de coronavírus na produção do setor eletroeletrônico apontou que 24% das empresas do setor eletroeletrônico já operam com paralisação parcial ou total na fabricação local. Esse resultado é bastante superior aos 6% observados na pesquisa anterior, que, na ocasião, indicavam apenas paralisação parcial. Diferentemente das pesquisas anteriores, o principal problema agora diz respeito à chegada da pandemia no Brasil e não apenas à falta de componentes e insumos importados da China.

De acordo com a sondagem, 51% das indústrias do setor relataram problemas no recebimento de materiais, componentes e insumos provenientes da China. Na pesquisa anterior, de 6 de março, 70% das empresas apontaram dificuldades no abastecimento de insumos oriundos daquele país. Do total de 24% de empresas paralisadas nesta última pesquisa, 42% relataram que a parada é total e 58%, parcial. A sondagem contou com a participação de 60 indústrias das diversas áreas do setor eletroeletrônico.

"A nova pesquisa indica que o maior problema agora não é mais o fornecimento de insumos da China, mas a chegada do coronavírus ao Brasil, que obrigou as empresas a adotarem medidas de prevenção, afetando assim a produção local", afirma o presidente da Abinee, Humberto Barbato. Além disso, segundo ele, esta última pesquisa também indicou que algumas empresas enfrentam problemas de abastecimento de outros mercado, como o europeu, além de dificuldades no próprio fornecimento local.

Com esse novo cenário, passou de 21% para 30% o total de empresas que informaram que não devem atingir a produção prevista para o 1º trimestre deste ano. Conforme essas indústrias, a produção do período deverá ficar, em média, 34% abaixo da projetada. Este percentual também aumentou na comparação com a pesquisa anterior, que indicava uma queda de 31% na produção.Para 43% das empresas, entretanto, ainda será possível manter o resultado planejado. Na pesquisa anterior, o percentual de otimistas quanto à produção do primeiro trimestre era de 48%.

A sondagem da Abinee apontou ainda que as empresas no Brasil estão adotando medidas para evitar picos de contaminação.Conforme a pesquisa, na área administrativa 33% das entrevistadas estabeleceram trabalho remoto (home office) total e 53%, o home office parcial. As demais (14%) não aderiram ao trabalho remoto.

Para os trabalhadores ligados diretamente à produção, as empresas do setor estão utilizando medidas para diminuir o fluxo de pessoas visando a amenizar o risco de contágio, tais como: rodízio de funcionários (26%); antecipação de férias (26%); férias coletivas (15%); jornada reduzida (9%). Outros (24%) adotaram iniciativas como antecipação de férias para funcionários dos grupos de maior risco; paralisação temporária na produção e remanejamento de horários rotativos de trabalho.

Ainda referente a essa questão, 22% das entrevistadas não reduziram o fluxo de trabalhadores ligados ao processo de produção, utilizando-se de outras precauções, como: higiene adequada; maior espaçamento entre as pessoas; medidas educativas; entre outras.


Cloud Computing
Avião mais rápido do mundo vai usar a AWS como provedora de dados

A Boom Supersonic está projetando e construindo o que diz ser o avião comercial mais rápido e sustentável do mundo, com lançamento previsto para outubro de 2021. "Sem tecnologia, sem computação, nada seria possível", afirmou o CEO da companhia, Blake School.

Diversidade e Ciência de Dados: um desafio ao Brasil

Mais mulheres precisam ocupar carreiras em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática pelo bem do País, incentiva a embaixadora da Women in Data Science da USP (WiDS @USP), Renata Sousa.

Dell:Teletrabalho turbina melhor venda de notebooks da década

Lucro no terceiro trimestre da fabricante praticamente dobrou em relação ao mesmo período de 2019, chegando a US$ 832 milhões, equivalente a R$ 4,4 bilhões. 

Cielo, Credicard e Original debatem tecnologia no setor financeiro no 5×5 TecSummit

O 5×5 TECSummit terá como painel de abertura no seu dia dedicado ao setor financeiro, 10 de dezembro, um debate sobre as prioridades de investimento em tecnologia no ano que vem por parte de instituições financeiras e de pagamentos.

Cristiano Heckert, Luis Felipe Monteiro e Sílvio Meira confirmados no 5x5 TecSummit

Evento digital que acontecerá de 07 a 11 de dezembro. O 5x5 TecSummit é organizado pelo Convergência Digital, pelo Mobile Time, pelo Tele.Síntese, pelo Teletime e pelo TI Inside.

Decisão contra ICMS no software é vitória mais importante do setor

Para ABES e Brasscom, decisão do STF dá segurança jurídica e acelera a transformação digital. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G