Home - Convergência Digital

Tencent e Qualcomm negociam chips para jogos em 5G

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 30/07/2019

A Qualcomm e a Tencent Holdings anunciaram que vão cooperar em projetos que incluam a possibilidade de tornar os videogames da empresa chinesa melhores em aparelhos com chips Qualcomm, e criar uma versão 5G de um software compatível com um telefone para jogos da Tencent.     

A Qualcomm é a maior fornecedora de chips para telefones celulares que alimentam muitos dispositivos Android. Com uma capitalização de mercado de cerca de US$ 453 bilhões, a Tencent é a maior empresa de software para dispositivo móvel da China e é proprietária da rede social WeChat. 

Pelo acordo, os futuros jogos da Tencent poderiam ser “otimizados” para telefones Android que rodam chips de videogames Snapdragon Elite da Qualcomm, disseram as companhias em um comunicado.     

Eles já trabalharam juntos em um telefone de jogos. No início deste mês, a Tencent emparelhou-se com a divisão de dispositivos para jogos da Asustek Computer, Republic of Games, para introduzir um telefone para jogos com um chip da Qualcomm.     

A Tencent e a Qualcomm também planejam desenvolver em conjunto uma versão 5G do telefone para jogos, o que poderia ajudar a reforçar os planos da Tencent para um serviço de streaming de jogos.     

As velocidades de conexão mais rápidas de dispositivos 5G podem permitir o streaming de jogos mais complexos para dispositivos móveis. A Microsoft, empresa sediada nos EUA, e o Google, da Alphabet, também lançaram serviços de streaming de jogos.      

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/02/2020
Anatel convoca fabricantes, teles e fornecedores para evento sobre 5G

19/02/2020
CCT do Senado cria subcomissão para acompanhar leilão do 5G

19/02/2020
Defesa Cibernética: 5G do Brasil deve resistir a riscos de qualquer empresa ou nação

19/02/2020
Itamaraty: Norma para fatiar fornecedores no 5G é dispensável

19/02/2020
Vivo: Controle de segurança sobre a Huawei é igual a de qualquer fornecedor

19/02/2020
Anatel: Quem escolhe fornecedor 5G são as teles vencedoras do leilão

18/02/2020
Senado chama GSI, Anatel e Huawei para debater disputa entre EUA e China pelo 5G

18/02/2020
Brasil terá 6,2 bilhões de downloads de aplicações móveis até 2023

17/02/2020
Claro, Ericsson e Qualcomm fazem teste de compartilhamento dinâmico de espectro 5G na AL

17/02/2020
Consulta sobre edital do 5G começa a receber sugestões

Destaques
Destaques

Governo do Brasil ainda avalia restringir Huawei na implantação do 5G

MCTIC estuda a publicação de um novo Decreto, ou em forma de Portaria, com normas para cibersegurança específicas para o setor de telecomunicações. A estratégia Nacional de Segurança Cibernética, recém-lançada pelo Governo, tratou - de forma genérica- o tema 5G.

5G exigirá uso de requisitos mínimos de Segurança Cibernética

Tecnologia é apontada como 'uma revolução na comunicação de dados, no potencial de emprego de equipamentos de Internet das Coisas e na prestação de novos e disruptivos serviços".

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site