Home - Convergência Digital

Ericsson: para as indústrias, 5G será ativo como água e energia

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Fábio dos Santos - 31/10/2019

Diferentes aplicações vão ganhar fôlego com a chegada do 5G no Brasil. Uma delas será a telemedicina, que teve um piloto demonstrado no Futurecom 2019 pela Ericsson em parceria com a TIM. "O 5G vai disseminar possibilidades em educação e saúde, de forma muito rápida e acessível", pontuou o diretor de Produtos e Tecnologia da Ericsson, Paulo Bernadocki.

O executivo, no entanto, adiantou que a banda larga com mais capacidade e velocidade será a primeira aplicação do 5G a ser ofertada pelas operadoras.  "Mas ao conectar coisas, o 5G conecta a sociedade e ditará um novo rumo", reforçou o executivo.

Bernadocki admite que, num primeiro momento, o 5G será centrado nas grandes capitais - a expansão para as cidades menores virá com o tempo - mas disse que essa jornada será menor do que as dos outros Gs da telefonia móvel. "O 2G massificou a voz, o 3G permitiu começar a navegar na Internet, o 4G nos trouxe acesso aos vídeos e mais internet. O 5G  traz o mundo", preconizou.

Ainda de acordo com o executivo da Ericsson, as empresas terão o 5G como ativo essencial como o são, hoje, água e energia. Assista à entrevista com Paulo Bernardocki

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/12/2019
China venceu a corrida pelo 5G, que terá 2020 como ano decisivo

12/12/2019
Novo edital do 5G transforma ágio em obrigações, mas decisão fica para 2020

11/12/2019
Teles querem filtros nas parabólicas e 100 MHz adicionais no leilão 5G

09/12/2019
Ericsson assume culpa e fecha acordo de US$ 1,06 bi com a Justiça dos EUA

09/12/2019
Casa Civil oficializa entrada do 5G no Programa de Parcerias de Investimentos

05/12/2019
Cloud Native: o que muda com a chegada do 5G

05/12/2019
Anatel decide dia 12 o modelo para 5G, sem mexer nas parabólicas

03/12/2019
Teles lançam site Fique Antenado! para incentivar instalação de antenas

03/12/2019
5G x Parabólicas: Teles defendem filtros. TVs migração para a banda Ku

02/12/2019
Fiat Chrysler pode replicar modelo de MVNO no Brasil para carro conectado

Destaques
Destaques

Redes privadas no 5G impulsionam o crescimento econômico do País

“Nas quatro verticais indicadas pelo governo as redes privadas podem ter impacto forte. Por isso a abertura regulatória é muito importante”, defende a gerente da Qualcomm, Milene Pereira. 

Teles não podem repetir 4G e serem engolidas pelas OTTs no 5G

“A gente não pode perder o bonde da aplicação, como aconteceu com Netflix, Spotify, Google, YouTube. Precisamos participar da cadeia de faturamento”, afirma o consultor de telecom da Claro, Carlos Alberto Camardella. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site