TELECOM

Rede da Oi registra tráfego de 4,27 terabytes na etapa mundial do circuito de surfe

Convergência Digital ... 24/06/2019 ... Convergência Digital

A Oi montou ampla estrutura para fornecer rede de telecom e TI para a etapa brasileira do circuito mundial de surfe, o Oi Rio Pro, em Saquarema, que terminou hoje com a vitória de Filipe Toledo. Em quatro dias do Oi Rio Pro, em Saquarema, no Rio de Janeiro, a Oi registrou um volume de tráfego de 4,27 Terabytes na rede montada no local. O volume equivale a 1.099.606 fotos de alta resolução, volume 20% maior que o número transmitido no ano passado, de 909.042 fotos (3,53 Terabytes). A Oi disponibilizou Wi-Fi para o público, totalizando 377.980 conexões, número 45% maior que o da etapa realizada em 2018, quando houve 260.500 conexões. Na praia, a estimativa foi de um público de 36 mil pessoas por dia, com pico no domingo, quando estiveram lá 43 mil pessoas.

 A companhia disponibilizou para a WSL, responsável pela etapa brasileira do circuito mundial de surfe, nas duas sedes do Oi Rio Pro (Praia de Itaúna e Barrinha), links de dados totalizando 2,2 Giga de capacidade – a mesma do evento de 2018– atendendo diferentes áreas, incluindo cabine de jurados e sala de imprensa. A Oi ainda disponibilizou o serviço Oi WiFi, gratuito ao público presente nos dias de competição.

Para oferecer toda a infra de telecom e TI ao Oi Rio Pro, a Oi mobilizou colaboradores de diversas áreas no planejamento e implantação dos serviços, um mês antes do início da competição, com o objetivo de garantir alta disponibilidade nos dois sites, durante todo período do evento. Todos os serviços (Dados, Oi WiFi e Móvel) foram suportados por 7 Km de cabos de fibra ótica próprios.

A cobertura da rede móvel (3G e 4G) foi reforçada com a instalação de antenas e equipamentos extras espalhados por toda a estrutura do evento. A companhia ofereceu internet wi-fi para a área dos atletas e área vip, bem como internet de alta velocidade para a WSL, e serviço de suporte ao usuário na sala de imprensa do evento, que incluiu links para demandas de internet, como transmissão de fotos e vídeos para todo o mundo. A rede da Oi operou com 100% de disponibilidade e foi ininterruptamente monitorada por técnicos a partir de salas de controle localizadas na sede do Oi Rio Pro e no Centro de Gerência de Serviços da companhia.

Foto: Autoria Rogério Santana, com Assessoria da Oi


Internet Móvel 3G 4G
MCTIC adianta leilão 5G com visão nacional do uso do espectro

Atuando como ministro em exercício, Júlio Semeghini, confirmou o leilão das frequências 5G para o primeiro semestre de 2020. Também disse que vai ao Congresso Nacional para defender o uso do FUST para viabilizar projetos de cidades inteligentes.

Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

Justiça do Distrito Federal condena Sky por desrespeitar pedidos de cancelamento de serviço

Investigações apuraram mais de 2 mil reclamações desde 2015 contra a operadora, que recusou um termo de ajustamento de conduta (TAC). Empresa está proibida de fazer cobranças após o recebimento, por qualquer meio, do pedido de cancelamento do serviço.

Começa a valer cadastro que bloqueia telemarketing das teles

A partir deste 16/7, será possível inscrever números no cadastro ‘Não Me Perturbe’. Promessa da Anatel é que em 30 dias os inscritos não receberão mais chamadas promocionais das operadoras de telecom.

Imposto zero para IoT está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

Deputado Federal, Paulo Ganime (Novo/RJ), diz que o projeto de Lei 7656/2017, corrige uma distorção - a cobrança de FISTEL para os dispositivos IoT.

Governo autoriza aumento de capital da Telebras de R$ 1,17 bilhão

Montante é reflexo dos aportes autorizados em 2015, 2016, 2017 e 2018, quando a estatal estava ainda em acerto financeiro do satélite geoestacionário de defesa e comunicações. 




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G