GOVERNO

Trabalhadores marcam protesto contra privatização de Serpro e Dataprev

Luís Osvaldo Grossmann ... 28/11/2019 ... Convergência Digital

Entidades sindicais preparam para 3/12 uma manifestação contra a intenção do governo de Jair Bolsonaro de privatizar as estatais de processamento de dados Serpro e Dataprev. Além de protestos nas sedes das empresas em Brasília, a Fenadados articula atos simultâneos com sindicatos regionais. 

Segundo os sindicatos, paralelamente estão sendo procurados parlamentares para pressionarem as empresas com questionamentos sobre o processo de privatização e o destino dos trabalhadores. Na Câmara dos Deputados, uma audiência pública na Comissão de Ciência, sucessivamente adiada desde setembro, tem nova data prevista para 3/12. 

Em 19/11, o conselho do Programa de Parcerias de Investimentos deu aval para a privatização das estatais – além de outras 16 – em mais um passo necessário para o avanço do processo, iniciado ainda em agosto quando foi autorizada a realização de estudos de viabilidade sobre a venda. 

A maior polêmica sobre a intenção do governo é sobre o destino dos dados pessoais de praticamente todos os brasileiros. A Dataprev armazena dados relacionados a mais de 35 milhões de segurados no INSS. Enquanto o Serpro, além do sistema de interoperabilidade das diferentes redes públicas, detém os dados sobre Imposto de Renda, das pessoas e empresas, sobre CPF, Carteira de Motorista, importação e exportação, controle portuário, passaportes e repasses federais, entre outros. 

A intenção do governo é também questionada no Supremo Tribunal Federal, onde o PDT ingressou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (6.241). O partido alega que o governo não pode proceder diretamente com o processo de privatização pela necessidade de aprovação de lei específica que autorize a venda dessas estatais. 


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Microcity recebe certificação CertiGov

Selo de compliance garante a integridade, a conformidade da empresa e a qualifica a vender ao governo reduzindo riscos nas transações.

Serpro fecha um contrato de R$ 34,8 milhões com o Governo Federal até 2025

Acerto é para o desenvolvimento de soluções tecnológicas para a gestão de margem consignável do Sistema de Gestão de Pessoas do Poder Executivo. O contrato, mesmo com a possível privatização, tem vigência de cinco anos e extrapola até a própria gestão de Jair Bolsonaro à frente da presidência da República.

Governo não vê razão para adiar a vigência da Lei de Dados Pessoais

“Prazo não é problema. Esperamos que a Lei entre em vigor a todo vapor”, garante, em entrevista exclusiva ao Convergência Digital, o secretário de Governo Digital, Luis Felipe Monteiro.

Telebras aumenta capital em R$ 1,59 bilhão e cobra calote da FIFA

Acionistas aprovaram a medida - uma reação à privatização pretendida pelo Governo Bolsonaro - e o capital da estatal passará a ser de R$ 3,1 bilhões. Estatal também foi à Justiça para cobrar R$ 9,2 milhões da FIFA por serviços prestados na Copa do Mundo de 2014.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G