INOVAÇÃO

Waze: força das comunidades e dos 50 mil voluntários fazem a diferença

Por Roberta Prescott* ... 01/10/2020 ... Convergência Digital

Envolver a comunidade tem sido fundamental para o sucesso da Waze, conforme contou Hila Roth, Global Group Manager da Waze, na Abes Software Conference 2020, nesta quarta-feira, 30/09. Segundo ela, o aplicativo conta com cinco comunidades que reúnem voluntários dedicados a manter atualizados, enviar feedbacks, propor diversas funcionalidades.

"Queremos entender o que Waze pode fazer para melhorar a experiência de dirigir", disse, assinalando a importância dos cerca de 50 mil voluntários. "É isto que faz a Waze única, esta é a força das nossas empresas. Confiamos nas comunidades e elas confiam na gente", ressaltou.

Para ela, agregar a comunidade e tê-la como parceira deve fazer parte da visão das empresas. "Meu conselho é ver se isto faz parte da estratégica e projetar algo muito original, muito legal entre você e a comunidade, deixando aberto o canal de comunicação", apontou.

"A sugestão é perguntar a você o que e como os seus usuários, os seus parceiros podem contribuir, colaborar com você. E qual é o melhor canal e a melhor plataforma para conversar com seus clientes e comunidade e dar a eles o que eles precisam", completou Hila Roth.


Cloud Computing
Microsoft elege o Rio de Janeiro para novo datacenter no Brasil

Presidente da operação brasileira, Tânia Cosentino, diz que nova região atende aumento da demanda e preocupações em manter dados no país.  Datacenter chega para acirrar a disputa no segmento com as rivais AWS e Google.


Fiemg lab e Fiat Chrysler automóveis (FCA) buscam startups de Supply Chain e Manufatura

Competição está com inscrições abertas até o dia 28 de outubro. Oito projetos serão selecionados e terão testes industriais em 2021.

Waze: força das comunidades e dos 50 mil voluntários fazem a diferença

A colaboração é o segredo do sucesso do Waze e estabelecer canal ativo com os clientes é missão, contou a Global Group Manager, Hila Roth.

Inovar é deixar de olhar para o próprio umbigo

Marcelo Salim, da IBM, Percival Jatobá, da Visa e Ana Leão, da Isobar, assumem que o consumidor é quem está selando o destino das marcas e com voz mais ativa.

TOTVS Techfin: Na crise, sobrevivem os mais adaptáveis às mudanças

O momento exige resiliência e perseverança, mas a crise acelerou uma jornada e colocou, de vez, o consumidor como o centro dos negócios, afirmou Eduardo Neubern, diretor-executivo da Totvs Techfin.

Empresas estão comprando tecnologia, mas não fazem a transformação digital

Sem entender o consumidor, a transformação digital simplesmente não vai acontecer, atestaram Sílvio Meira, cientista-chefe na The Digital Strategy Company; Luiz Sergio Vieira, CEO da EY Brasil, e Agenor Leão, vice-presidente de plataformas de negócios da Natura para América Latina.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G