Clicky

Qualcomm defende faixa de 6GHz para não licenciados atenta ao 5G

Por Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 31/07/2020 ... Convergência Digital

O Wi-Fi 6E será o futuro para complementar os serviços licenciados, pensando muito no 5G, afirmou o diretor sênior de Relações Governamentais da Qualcomm, Francisco Soares, ao participar do eForum Wi-Fi 6, realizado nesta quinta-feira, 30/07, pelo Convergência Digital e pela Network Eventos.

O executivo pontuou que a Qualcomm tem uma posição firmada sobre o destino da faixa de 6GHz: ela deve ser destinada integralmente aos serviços não licenciados. "Precisamos da faixa para não licenciados e para ter um complemento ao 5G. Hoje o Wi-Fi 6 é usado para complementar os serviços licenciados nas faixas de 2,4GHz e 5GHz", sustentou Soares.

O executivo lembra que para o Wi-Fi 6, que funciona nas faixas existentes como 2,4GHz e 5GHz, já existem equipamentos disponíveis no mercado. Já o Wi-Fi 6E depende da disponibilidade da faixa de 6GHz, mas a Qualcomm já tem o chip pronto para a tecnologia. "Aqui no Brasil dependemos da Anatel. Esperamos que a faixa seja destinada aos não licenciados", reforçou. Soares lembrou ainda que o mundo já discute o Wi-Fi 7.0, que vai permitir bandas ainda maiores". Assistam a participação de Francisco Soares, da Qualcomm.

Veja abaixo a íntegra do evento.


Internet Móvel 3G 4G
Itaú Unibanco e Vivo Empresas testam agência bancária com 5G

Tecnologia foi implantada em uma agência localizada no Brooklin, bairro da zona sul da capital paulista, por meio de uma licença experimental da Anatel, na frequência de 3,5GHz.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

TIM emite R$ 1,6 bilhão em debêntures vinculadas à ESG

Operação é a primeira realizada por uma empresa de telecomunicações no país. Tele diz que todos os recursos arrecadados serão investidos em infraestrutura, em especial, no 5G.

Justiça condena Claro e Mercado Pago a indenizar dono de celular sequestrado

Jusitça usou o Código de Defesa do Consumidor como base para estabelecer a punição aos prestadores de serviços. Consumidores tiveram telefone registrado em outro chip e dinheiro sacado de plataforma de intermediação de pagamentos.

Pernambucanas investe em chip próprio de telefonia móvel

Varejista investe em telefonia MVNO em parceria com a Surf Telecom. Modelo de negócio não exige fidelidade e não cobra multas e não há plano fixo.

Anatel busca consultoria para implementar acesso dinâmico a espectro

Contratação será feita pela União Internacional de Telecomunicações e envolve análise do arcabouço normativo e proposta de novas possibilidades de regulação.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G