NEGÓCIOS

Fabricantes de PCs e celulares relatam falta de componentes para produzir no Brasil

Convergência Digital ... 06/02/2020 ... Convergência Digital

Uma sondagem realizada pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) com as empresas fabricantes de produtos do setor eletroeletrônico apontou que 52% das entrevistadas já apresentam problemas no recebimento de materiais, componentes e insumos provenientes da China.

Essa situação foi observada principalmente entre as fabricantes de produtos de Tecnologia da Informação (celulares, computadores, entre outros). A pesquisa foi realizada no dia 05 de fevereiro de 2020, com a participação de cerca de 50 indústrias das diversas áreas do setor eletroeletrônico.

O atual desabastecimento de componentes e insumos é consequência da paralisação de algumas fábricas na China decorrente da epidemia de coronavírus que está ocorrendo naquele país. Conforme o levantamento, caso essa situação persista, 22% das empresas pesquisadas sinalizam eventuais paralisações na produção nas próximas semanas, visto que a falta de materiais, componentes e insumos oriundos da China dificulta a continuidade da fabricação de bens do setor eletroeletrônico.

Mesmo as entrevistadas que ainda não foram afetadas por esse problema citaram que se o abastecimento de componentes e insumos da China não se normalizar nos próximos 20 dias será muito difícil conseguir manter o mesmo ritmo de atividade nos próximos meses. "Estamos muito preocupados com os impactos na produção do setor e continuamos avaliando a situação de perto", afirma o presidente executivo da Abinee, Humberto Barbato.

Vale lembrar que a China é a principal origem das importações de componentes do Brasil, totalizando US$ 7,5 bilhões em 2019, o que representa 42% do total. Destaca-se também que os demais países da Ásia foram responsáveis por 38% das importações de componentes elétricos e eletrônicos em 2019. Portanto, a região total da Ásia representou 80% da origem dos componentes elétricos e eletrônicos do País.


Cloud Computing
SP inaugura ensino à distância com nuvem da AWS e internet negociada com Vivo, Claro, TIM e Oi

Secretaria de Educação vai firmar acordo com operadoras para patrocinar internet a alunos e professores. Sistema terá aulas ao vivo com professores da rede pública, com interações por meio de chat e vídeos. 

Depois de vários nãos, Covid-19 faz Xerox desistir de oferta hostil pela HP

Aquisição, agora, é considerada muito arriscada. Proposta feita era de US$ 35 bilhões.

Big data e IA para saúde fazem Semantix comprar a Tradimus

Empresa brasileira adquiriu solução voltada para gestão dos recebimentos de pagamentos das seguradoras e operadoras de planos de saúde pelos serviços prestados. Valor da transação não foi revelado pelas partes.

Fenainfo faz manifesto pela retomada das atividades econômicas

Entidade, que reúne mais de 120 mil empresas de TI, afirma que 'diante da paralisação de muitos dos seus clientes, as empresas de TI também correm o risco de parar'.

Coronavírus: Generali amplia uso de PC alugado da Simpress por home office

Seguradora decidiu dobrar a quantidade de equipamentos contratados por outsourcing para manter o funcionamento dos negócios. CEO da Simpress, Vittorio Danesi, diz que, em sete dias, foram alocados mais de três mil notebooks em distintos clientes.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G