Clicky

PGMU: Anatel atualiza lista e troca 259 localidades que já tinham 4G

Luís Osvaldo Grossmann ... 25/03/2019 ... Convergência Digital

A Anatel aprovou em circuito deliberativo a relação atualizada com 1.473 localidades que deverão receber estações radio-base com tecnologia 4G como obrigações de universalização impostas às concessionárias de telefonia fixa pelo novo plano geral de metas de universalização. O ajuste foi publicado nesta segunda, 25/3, no Diário Oficial da União.

Tal obrigação, vale lembrar, foi uma imposição do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, ainda sob Gilberto Kassab, à contragosto da Anatel, que considera o uso do STFC para metas de cobertura 4G como “um puxadinho à espera do fim das concessões”.

Não por menos, ao tratar do assunto na recente consulta pública sobre as localidades, pela qual 259 foram substituídas por já possuírem ERBs 4G, as teles voltaram a reclamar da “razoabilidade e legalidade da obrigação de atendimento com 4G, considerando que caracteriza universalização, via PGMU, de outro serviço que não aquele objeto dos contratos de concessão de STFC”.

Além disso, como alertado por entidades de operadoras e de provedores internet, “as redes a serem construídas para atendimento das metas do PGMU podem ser utilizadas para o Serviço de Comunicação Multimídia, gerando uma competição não isonômica entre prestadoras do SMP e SCM”.

Em tempo: A nova gestão do MCTIC concorda com a Anatel e com as teles. Na prática, todos acendem velas pela aprovação do PLC 79/16, que acaba com as concessões – e consequentemente com as metas de universalização. Enquanto isso, o prazo corre. Pelo menos 10% das ERBs previstas no novo PGMU devem ser instaladas neste 2019.


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Por casa conectada, Vivo negocia opção de ser acionista minoritária na CDF

A CDF é um marketplace de solulções de assistência residencial e tecnológica e que já é parceira na oferta do Vivo Guru. Os novos serviços serão lançados em breve, mas um deles será voltado para a instalação e  configuração de dispositivos inteligentes.

Huawei: é cedo para dizer quem está dentro ou fora da rede privada do governo

“Existe uma portaria, mas os requisitos ainda não estão completamente claros”, afirma o diretor de cibersegurança da fabricante chinesa, Marcelo Motta.

Oi entra na briga pela fibra ótica em São Paulo

Companhia diz que os pilotos comercial e de rede estão acontecendo e o lançamento ao mercado será no segundo trimestre (abril a junho) para os mercados B2C e B2B. A Oi vai usar 5,2 mil Km de rede própria oriundas da compra da MetroRed e da Pegasus no passado.

Brasileiro retorna ao pré-pago e sonha com superaplicativo

O brasileiro diz que o pré-pago oferece maior flexibilidade de uso, de acordo com pesquisa global feita pela Ding. O estudo também mostra que os brasileiros querem um superaplicativo que combine mensagens instantâneas com mídia social, varejo e serviços.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G