Clicky

INOVAÇÃO

CNJ identifica 121 soluções tecnológicas dgitais em uso nos tribunais brasileiros

Convergência Digital* ... 22/04/2021 ... Convergência Digital

O Conselho Nacional de Justiça atualizou o portfólio de soluções de tecnologia da informação, comunicação e serviços digitais disponíveis para o Judiciário, em medida destinada a aprimorar a gestão dessas ferramentas e verificar a capacidade de oferta futura de novos recursos tecnológicos. A nova lista do portfólio é formada por 121 soluções de tecnologia da informação, comunicação e serviços digitais nas mais diversas áreas.

O objetivo foi atualizar a lista de soluções disponíveis para os tribunais e demais órgãos, eliminando sistemas e cadastros que, na prática, já não estavam mais operacionais, seja porque foram substituídos por soluções mais recentes, por revogação de ato normativo ou porque foram incorporados a sistemas mais completos. Ou, ainda, sistemas cujas informações passaram a integrar a Base Nacional de Dados do Poder Judiciário (Datajud).

Entre os instrumentos digitais disponíveis constam as plataformas de suporte à área tecnológica como o Sinapses (torna disponível modelos de inteligência artificial) e o Escritório Digital (de integração com os sistemas processuais do país. Nas atividades da Corregedoria, há os sistemas para consulta pública a cartórios que emitem certidões e a serventias judiciais e o sistema de apoio a correições e inspeções.

Em termos de gestão judiciária, há diversos cadastros disponíveis aos órgãos e para consulta externa entre os quais a segunda versão do Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP 2.0) e cadastros como o Cadastro Nacional de Adolescentes em Conflito com a Lei (CNACL), de Inspeções nas Unidades de Internação e Semiliberdade (CNIUIS), Cadastro Nacional de Inspeções nos Estabelecimentos Penais (CNIEP), Cadastro Nacional de Presas Grávidas ou Lactantes (CNPG).

Há, também, os sistemas de Audiência de Custódia, de Execução Unificado (SEEU), o Sistema de Mutirão Carcerário e Sistema de Infância e Juventude, o Sistema de Audiência Digital, o Sistema de Questionário de Desenvolvimento Sustentável, além do Sistema de Restrições Judiciais sobre Veículos Automotores (Renajud), o Sistema de Busca de Ativos do Poder Judiciário (Sisbajud) e o Sistema de Informações ao Judiciário.

No segmento da administração, constam os sistemas de administração financeira do Judiciário, de contratos, de licitações, de folha de pagamentos, de gerenciamento de postos de trabalho, além dos sistemas de recadastramento de servidores, de gestão de estagiários e de registro de faturamento, entre outros. Em recursos humanos, há uma série de dispositivos tais como módulos de afastamentos, anuênios, aposentadoria, auxílios, benefícios, controle de registro de ponto, férias e de gestão de licenças, etc.

* Com informações do CNJ


Cloud Computing
Oi cria plataforma em nuvem para mitigar riscos de fraude

Aplicação da Oi Soluções permite às empresas verificarem o nível de autenticidade das informações fornecidas por clientes durante a solicitações de crédito, aberturas de contas bancárias, compra de serviços e produtos, através de uma pontuação ou score.

Petrobras aciona o novo maior supercomputador do Brasil

Supercomputador Dragão está ligado à rede de 100 Gbps e tem capacidade de processamento equivalente a 4 milhões de smartphones.

STF e STJ vão usar inteligência artificial para compartilhar dados

Acordo prevê uso de ferramenta já disponível no STJ para identificar precedentes judiciais e indicar novos temas de repercussão geral.

TCS troca identidade digital por soluções de Blockchain

Fornecedora de serviços de TI vai projetar soluções para Saúde, Energia, Educação e Serviços Financeiros na América Latina em parceria com a LACCHain, iniciativa do BIT Lab.

IA vai além do diferencial competitivo: ela ditará a sobrevivência das empresas

Ayesha Khanna, cofunddora e CEO da ADDO AI, diz que Inteligência Artificial faz diferença ao ser centrada no cliente; para a redução de riscos e combate à fraude; para a melhoria dos processos e para fomentar a inovação.

Serpro vai ao mercado para buscar parceiros para Internet das Coisas

Estatal procura soluções de gerenciamento de dispositivos, de serviços para dispositivos embarcados e de comunicação de redes.  Serpro pede interoperabilidade e padronização.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G