Clicky

INOVAÇÃO

Pix internacional requer regulamentação do câmbio

Por Roberta Prescott* ... 13/04/2021 ... Convergência Digital

Transações internacionais de Pix estão na agenda do Banco Central. Durante o webinar "CP 79: A Evolução dos Facilitadores de Pagamento Internacionais", realizado pela Abranet, Lúcio Oliveira, chefe da divisão do Departamento de Regulação Prudencial e Cambial (Dereg) do Banco Central do Brasil (BCB), explicou que, atualmente, o projeto do Pix internacional está em andamento e envolve várias áreas do BCB. “Estamos em fase de estudos e,no devido momento, teremos condições de avançar mais com este projeto”, ressaltou. 

Para a viabilização do Pix internacional, Oliveira aponta ser necessário trabalhar em três dimensões: a regulamentação do Pix propriamente dita; a regulamentação do câmbio; e a infraestrutura com plataforma internacional para operar o sistema. “Tem de ter alinhamento das três dimensões e um trabalho harmonizado que considere as necessidades de cada uma delas”, disse. 

Com relação à parte do câmbio, especialidade de Oliveira, ele ressaltou que a consulta pública 79 é um passo para a implantação do Pix internacional.  Entre as iniciativas que alinhadas com o Pix internacional, ele citou o edital da consulta pública que, ao abordar as transferências internacionais e remittances, já direciona para plataformas eletrônicas, e a operação de cambio agregado. “Mas tudo está sujeito à legislação atual. Quando o PL Cambial for aprovado, passamos a ter novas condições e ampliamos as possibilidades”, assinalou. 

Em síntese, seguiu Oliveira, o Pix internacional está em andamento, com o BCB trabalhando conjuntamente de forma que se reúna todas as condições para se viabilizar os tipos de pagamentos.  Também participantes do webinar, a head do departamento jurídico do PayPal, Mônica Leite, ressaltou que o Pix internacional será um processo natural, fruto das mudanças que estão em curso. E o associado sênior do Pinheiro Neto Advogados e especialista em direito do setor financeiro, Raphael Salomão, afirmou ver com entusiasmo a nova modalidade de transferências instantâneas.  

Open banking 

No webinar, os debatedores também discutiram impactos de open banking no câmbio. Para Monica Leite, o câmbio também tem de estar inserido. “Faz todo o sentido ter câmbio inserido nas plataformas de open banking. Traz vantagem para o consumidor negociar melhor os serviços. A tendência é que haja redução de custo, sendo possível conseguir negociar. Claro que tem desafios tecnológicos, mas temos de ultrapassá-los para um bem maior”, ressaltou. 

Para Salomão, as vantagens de open banking passam pelo barateamento de custo, preços melhores e mais acesso a clientes. Já Lucio Oliveira disse que as medidas estão alinhadas nesta direção. “Temos de ter a visão de futuro e as iniciativas reforçam o caminho que temos como mais adequado, no sentido de viabilizar mais tecnologias”, assinalou. 


Cloud Computing
Hospital Santa Paula faz recuperação de desastre na nuvem com Oracle

Com uma média de 120 mil pacientes no pronto atendimento, a instituição paulista modernizou sua infraestrutura de TI ao adquirir dois Oracle Exadata Machine X8-2, para produção e contingência.

Petrobras aciona o novo maior supercomputador do Brasil

Supercomputador Dragão está ligado à rede de 100 Gbps e tem capacidade de processamento equivalente a 4 milhões de smartphones.

STF e STJ vão usar inteligência artificial para compartilhar dados

Acordo prevê uso de ferramenta já disponível no STJ para identificar precedentes judiciais e indicar novos temas de repercussão geral.

TCS troca identidade digital por soluções de Blockchain

Fornecedora de serviços de TI vai projetar soluções para Saúde, Energia, Educação e Serviços Financeiros na América Latina em parceria com a LACCHain, iniciativa do BIT Lab.

IA vai além do diferencial competitivo: ela ditará a sobrevivência das empresas

Ayesha Khanna, cofunddora e CEO da ADDO AI, diz que Inteligência Artificial faz diferença ao ser centrada no cliente; para a redução de riscos e combate à fraude; para a melhoria dos processos e para fomentar a inovação.

Serpro vai ao mercado para buscar parceiros para Internet das Coisas

Estatal procura soluções de gerenciamento de dispositivos, de serviços para dispositivos embarcados e de comunicação de redes.  Serpro pede interoperabilidade e padronização.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G