GESTÃO

Privatizáveis, Serpro e Dataprev ampliam compartilhamento de espaços

Luís Osvaldo Grossmann ... 20/04/2020 ... Convergência Digital

O compartilhamento de espaços físicos entre Dataprev e Serpro cresceu. O que começou em 2018, com a alocação de funcionários no mesmo endereço em Belo Horizonte, ganhou novas unidades conjuntas ao longo de 2019. Até aqui as duas estatais compartilham quatro escritórios. 

Assim, além da unidade em Minas Gerais, também estão partilhados os endereços em São Paulo, Paraná e Amapá. Não são os únicos da Dataprev nesse tipo de acordo. A estatal também partilha espaços físicos com o INSS – no Acre, Alagoas, Amazonas, Rondônia e Tocantins – e com a Secretaria de Patrimônio da União, em Brasília. 

Segundo a Dataprev, os Acordos de Cooperação se referem a instrumentos formais de cooperação entre instituições que tenham interesses e condições equivalentes ou recíprocos. “Essa parceria foi firmada entre a Dataprev e Serpro, havendo compartilhamento de espaços com ressarcimento dos custos mediante rateio.”

A empresa diz que por se tratarem de contratos não onerosos, há vantagem. Mas ela não foi mensurada. “O resultado está afetado positivamente pelos contratos não onerosos de comodatos e permissão celebrados com partes relacionadas. A companhia não mensurou os possíveis impactos no resultado caso os imóveis em comodato e permissão fossem ocupados de forma onerosa.”


Teletrabalho: Brasil somou 8,7 milhões de trabalhadores em home office em junho

Estudo do IPEA mostra que o índice da adesão ao home office no serviço público é mais de três vezes a proporção do setor privado. Em junho, 24,7% dos trabalhadores do setor público exerciam atividade remota, mas, no setor privado, eram apenas 8%.

TCU dispensa papel e adota protocolo 100% digital

Documentos a serem protocolados junto ao Tribunal de Contas da união, para qualquer finaldiade, agora devem ser encaminhados, exclusivamente, por meio dos serviços via internet. 

Trabalho remoto reduziu R$ 466 milhões em despesas de custeio do governo

Levantamento divulgado nesta segunda, 3/8, pelo Ministério da Economia, lista deslocamentos e viagens, além dos serviços de energia elétrica e comunicação como principais cortes com a pandemia de Covid-19.

Gov.br completa um ano com 72 milhões de cadastros

Em doze meses de funcionamento do portal único do Governo, serviços digitalizados somam 65 milhões de solicitações. Até agora a iniciativa conta com apenas 50 istes do governo. A meta é unir os 1,5 mil existentes.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G