NEGÓCIOS

BR Distribuidora: A TI não pode se esconder atrás dos processos para se defender

Da redação ... 23/09/2019 ... Convergência Digital

Para a TI ser protagonista, ela precisa entender que não é mais meio, mas fim para que o negócio aconteça em qualquer empresa que tenha como objetivo permanecer no mercado, afirma o CIO da BR Distribuidora, Aspen Andersen. Segundo ele, a TI não pode se defender ou se esconder atrás dos processos, que são importantes, mas que precisam integrar os negócios.

"Sei que não é simples mudar. Mas tem de entender que do jeito que era não funciona mais", adiciona Aspen Andersen. Mas para essa guinada acontecer, o alto escalão precisa 'comprar' o novo modelo. "A tolerância às falhas é crucial. É claro que é preciso errar e consertar logo, mas se as pessoas ficarem travadas e congeladas para não errar, ninguém vai tentar nada de diferente", observa o CIO.

Com relação às novas tecnologias, Aspen Andersen, que conversou com a CDTV, do portal Convergência Digital, durante o Rio Info 2019, realizado nos dias 16 e 17 de setembro, no Rio de Janeiro, diz que na BR Distribuidora a questão não é sobre tecnologia, mas qual problema deve ser resolvido. "A tecnologia vem para tentar ajudar o problema que precisa ser resolvido. Não é pensar em um projeto de IoT, de Inteligência Artificial. Mas em como o problema que a empresa tem vai ser resolvido". Assistam a entrevista com o CIO da BR Distribuidora, Aspen Andersen.


Cloud Computing
Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

“A nuvem nos abre um novo catálogo de possibilidades para serviços”, afirma o coordenador geral de infraestrutura e serviços do Ministério da Justiça, Leonardo Greco.  Serviço consumidor.gov.br migrou para a Oracle no final de maio.

ARTIGO . Por Melissa Torgbi

Cientista de dados: seja curioso, se envolva e tenha muita disposição para resolver problemas

Há muita empolgação acerca do termo “ciência de dados” atualmente. Para nós que queremos ser cientistas de dados, há alguns requisitos. Um deles: ter muita, mas muita vontade de aprender o tempo todo.

Unicórnio brasileiro avança operações de pagamento para décimo país

Ebanx anunciou que também vai processar pagamentos no Uruguai. "Unicórnio" com mais de US$ 1 bi, empresa está também no México, Colômbia, Argentina, Chile, Peru, Bolívia, Equador e Uruguai, além do Brasil.

Finplace amplia em mais de 200% a oferta de crédito para PMEs

Criada no final do ano passado, a plataforma já movimentou mais de R$ 50 milhões e contabiliza 108 financiadores e uma carteira com mais de 500 clientes.

Se a bitcoin fracassar, o blockchain morre abraçado

FastBlock, empresa brasileira especializada em mineração por serviço, compra data center nos EUA para acelerar a mineração das criptomoedas. Ao Convergência Digital, o CEO Bernardo Schucman, adverte: Brasil não abre espaço à inovação. Sobre a credibilidade da bitcoin, o executivo diz que o estigma é concorrencial. "O velho mundo rejeita o novo. Golpes existem desde sempre. O que é a gangue do boleto?".

No Brasil, 65% das empresas estão bem longe das regras da LGPD

Índice LGPD ABES mostra ainda que 40% das companhias brasileiras sofreram incidentes de violação nos últimos dois anos e 80% assumem que fazem, sim, coleta de dados sigilosos. "Não há mais tempo a perder", adverte o consultor da EY, Marcos Sêmola.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G