SEGURANÇA

Adiar a LGPD para ganhar tempo não vai resolver o problema das empresas

Luís Osvaldo Grossmann ... 16/12/2019 ... Convergência Digital

Governo, mas especialmente as empresas, precisam acordar para a aplicação da Lei Geral de Proteção de Dados, que entra em vigor em agosto de 2020. Segundo o gerente de contas do grupo Binário, Leandro Alves, a própria mudança política é fator de desconfiança e atraso na implementação. Mas ele sustenta que tentar adiar a vigência da nova regra é um erro. 

“O governo e as empresas estão participando dos fóruns de preparação de LGPD, mas não percebo um investimento real e efetivo neste momento do mercado para se preparar totalmente. Existe um viés de adiamento para uma preparação delongada, mas isso não vai resolver o problema”, afirmou ao participar do 7º seminário Cyber Security – Gestão de Risco no Governo, promovido pela Network Eventos em Brasília. 

O atraso, acredita, tem relação com a mudança de clima sobre a LGPD no governo. “São vários fatores. Tivemos uma mudança severa de cenário político no Brasil. E isso contribui substancialmente. O mercado quer saber se a segurança jurídica está assegurada, se os investimentos que ele vai fazer não serão em vão. É um momento de mercado muito ímpar e isso gera essa insegurança e esse pedido de adiamento.”


Consciência é a maior vacina contra os riscos cibernéticos

Em tempos de home office por conta do coronavírus, o gerente de segurança do CAIS/RNP, Edilson Lima, diz que cabe ao usuário redobrar seu cuidado. "Cada um tem de fazer sua parte", afirma.

Cibercrime usa Coronavírus para roubar dados pessoais no WhatsApp

Golpe oferece suposto kit gratuito com máscara e álcool gel - a ser dado pelo Governo Federal - para atrair as pessoas mais nervosas em relação à pandemia.

RNP terá programa para formar profissionais em Segurança Cibernética

O diretor da área na Rede Nacional de Pesquisa, Emilio Nakamura, assegura que a intenção é 'acelerar a formação de novos profissionais não apenas na Academia, mas também na inovação aberta'.

GSI: Educar o cidadão é o pilar da estratégia de segurança cibernética

Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República troca de marca - sai o cadeado e entra uma chave - para mostrar ao brasileiro que ações próativas são essenciais. "Não podemos atuar apenas como bombeiros nos ataques cibernéticos", afirma Ulisses Peixoto.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G