BTG Pactual diz que Oi Móvel vale R$ 15 bilhões

Convergência Digital ... 17/01/2020 ... Convergência Digital

Um relatório apresentado pelo banco de investimentos BTG Pactual arrisca projeções de valorização de 125% nas ações da Oi, cujo preço saltaria dos atuais R$ 0,89 para perto de R$ 2, caso a operadora consiga garantir caixa e se desfazer de alguns ativos, a começar pela operação móvel, avaliada no mesmo documento em R$ 15 bilhões. 

Divulgado na quinta 16/1, o relatório é bastante otimista com o futuro da Oi, e aponta para um “renovado senso de urgência” com a mudança no comando – em dezembro, o presidente Eurico Teles anunciou que vai deixar o cargo, a ser assumido a partir de 31/1 por Rodrigo Abreu. 

O primeiro dos ativos a serem vendidos pela Oi é a participação na operadora angolana Unitel. Os 25% de ações naquela companhia são estimados pela própria Oi em algo próximo de R$ 4 bilhões. Segundo o relatório do BTG, “a venda da Unitel não apenas cobriria definitivamente a lacuna de fluxo de caixa de 2020/2021, mas também permitiria à Oi buscar o anúncio imediato da emissão de dívidas garantidas, com potencial para substituir seu empréstimo-ponte mais caro”.

Quanto à operação móvel da Oi, que tem cerca de 37 milhões de clientes e uma participação de mercado ao redor dos 16%, a venda acabou sendo admitida pela direção da companhia depois de repetidas negativas de que era uma das estratégias para reestruturação. 

“Estamos trabalhando com nossos consultores financeiros para entender o valor real do negócio de mobilidade, mas esse valor já foi reconhecido e poder gerar valor para o acionista no futuro. Se houver condição para consolidação haverá interesse”, afirmou Rodrigo Abreu ao apresentar os números da empresa no terceiro trimestre, no início de dezembro. 


Internet Móvel 3G 4G
OpenRAN aberta: o xeque-mate do xadrez geopolítico do 5G

Fornecedores precisam  se comprometer mais com a compatibilidade com RAN aberta e os EUA precisam correr  para não perder de vez mercado para Ásia e Europa, advertiu o vice-presidente de estratégia de rede da Telus, Bernard Bureau.

Relator no Senado propõe desoneração de IoT e VSats sem mudar texto da Câmara

Relator do PL 6549/19 na CCT, senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO) sustenta que isenção de Fistel, Condecine e CFRP vai, na prática, aumentar a arrecadação . “Ganho líquido na arrecadação será de R$ 2,9 bilhões”, afirma. 

Empate suspende decisão do STF sobre desbloqueio de celular em 24 horas

Operadoras questionam no Supremo uma lei do Rio de Janeiro que determina o desbloqueio da linha 24 horas após quitação de dívida. Placar está em 5 a 5. 

Para Oi, assinatura básica teria que ser acima de R$ 100 para pagar concessão

Presidente da Oi, Rodrigo Abreu, diz que a pandemia foi ruim para o setor e que a busca pelo equilíbrio é fundamental. “O ‘break even’ seria mais caro que um pacote básico de banda larga."

Copel Telecom marca privatização para novembro e quer R$ 1,4 bilhão

Edital de venda do braço de telecomunicações da estatal paranaense de energia é previsto para 21/9. Empresa tem 34 mil km de fibras em 399 municípios. 

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G