GESTÃO

TCU cobra acesso aos bancos de dados da Receita Federal

Luís Osvaldo Grossmann ... 28/05/2020 ... Convergência Digital

O Tribunal de Contas da União iniciou um novo processo de monitoramento das ações da Receita Federal com vistas à garantia do compartilhamento de dados, tema de queda-de-braço dos últimos quatro anos entre as instituições. 

O objetivo é ter acesso automático aos dados fiscais. Ou, como descrito pelo TCU, “a ação conjunta entre os dois órgãos para operacionalizar o compartilhamento de dados deverá buscar a automatização das formas de acesso, que ‘assegure autenticidade, integridade, registro de acessos e rastreabilidade’”. 

O Tribunal de Contas reclama que “ao menos, 122 trabalhos de auditoria e fiscalização realizados pelo Tribunal na Secretaria da Receita Federal e foram prejudicados pela recusa daquela Secretaria em fornecer as informações solicitadas por esta Corte. Em decorrência da negativa da SRF em prestar informações ao TCU, R$ 5,75 trilhões, por ano, não são auditáveis pelo Tribunal”. 

Desde meados de 2019, o Ministério da Economia e o TCU costuraram um entendimento. Em janeiro, um Decreto presidencial (10.209/20) regulamentou o compartilhamento de informações protegidas pelo sigilo fiscal à Controladoria Geral da União e, “no que couber”, ao próprio TCU. 

“A implementação desta, e de outras medidas, permitirá o compartilhamento e a análise de informações sensíveis, e exigirá colaboração intensa do corpo técnico das instituições envolvidas, uma vez que o desenho do processo de trabalho deverá considerar o tratamento de dados sensíveis e o manejo de centenas de sistemas hoje operacionalizados pela RFB”, diz o novo Acórdão do TCU.


Órgãos públicos estão obrigados a fazer relatórios trimestrais de transformação digital

Monitoramento será acompanhado pela Secretaria Especial de Modernização do Estado da Secretaria Geral da Presidência da República. Norma também aprova 23 planos de transformação digital dos órgãos do governo federal que estão em execução.

Teletrabalho: Brasil somou 8,7 milhões de trabalhadores em home office em junho

Estudo do IPEA mostra que o índice da adesão ao home office no serviço público é mais de três vezes a proporção do setor privado. Em junho, 24,7% dos trabalhadores do setor público exerciam atividade remota, mas, no setor privado, eram apenas 8%.

TCU dispensa papel e adota protocolo 100% digital

Documentos a serem protocolados junto ao Tribunal de Contas da união, para qualquer finaldiade, agora devem ser encaminhados, exclusivamente, por meio dos serviços via internet. 

Trabalho remoto reduziu R$ 466 milhões em despesas de custeio do governo

Levantamento divulgado nesta segunda, 3/8, pelo Ministério da Economia, lista deslocamentos e viagens, além dos serviços de energia elétrica e comunicação como principais cortes com a pandemia de Covid-19.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G