Convergência Digital - Home

A nuvem está 'matando' os data centers tradicionais?

Convergência Digital
Convergência Digital* - 16/03/2020

A maioria das empresas pesquisadas pelo Gartner acredita que haverá uma migração completa de dados para a nuvem até 2025. O estudo aponta que 10% das companhias já desativaram seus data centers tradicionais. Entretanto, nem tudo está na nuvem - ainda. A transformação é inevitável, sugere a consultoria, mas muitas empresas ainda se adequam a essa nova era.

Segundo o Gartner, muitas corporações repensam o uso das aplicações, com base na latência da rede, na quantidade de clusters por clientes e limitações geopolíticas – por exemplo, o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) da União Europeia, além de outras restrições regulatórias, como a futura Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), com vigência prevista para agosto.

Não por acaso o orçamento de TI direcionado aos data centers teve queda e, hoje, representa somente 17% do montante da área. Ainda de acordo com a empresa de consultoria, as empresas com Data Centers mais antigos não desejam reconstruí-los ou criar novas estruturas desse tipo, sobretudo por conta dos altos custos. Eles preferem terceirizar a gerência e a infraestrutura física.

O serviço de Colocation é frequentemente utilizado como substituto dos Data Centers tradicionais porque oferece maior disponibilidade, confiabilidade, níveis certificados de camada de construção, eficiência energética, gerenciamento de instalações dedicadas e capacidade de escala. O que permanece 'dentro de casa' são os processos de negócios considerados de missão crítica, mas ainda assim muitas corporações já tendem a colocar na nuvem com supervisão e contratos mais rigorosos com os provedores.


Destaques
Destaques

Embratel centraliza dados do ministério da Saúde na nuvem

Os dados do Portal do Ministério da Saúde, do Portal Coronavírus e e-SUS-VE foram 100% migrados para a nuvem da Embratel. Entre os aplicativos migrados está o CoronavírusSUS. Os apps de saúde já atingiram picos de mais de 80 milhões de acessos diários.

Compartilhamento de dados fomenta o big data no governo federal

A TIC Governo Eletrônico 2019 mostra que ainda há muito por usar em análise de dados no governo. O MPF foi o maior utilizador dos dados para análise. O Executivo ficou com apenas 20%. Serviços na nuvem também ficam aquém do desejado.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site