GESTÃO

Dataprev fecha contrato de R$ 68 milhões com Unisys para manter mainframes

Ana Paula Lobo* ... 25/03/2020 ... Convergência Digital

A Dataprev não abandonou os mainframes. Nesta quarta-feira, 25/03, o Diário Oficial da União publica o acerto fechado com a Unisys para a contratação de serviço de processamaneto para o ambiente mainframe - produção e desenvolvimento. O acerto, que tem validade de 38 meses, abarca suporte técnico de Hardware, fornecimento de licenças de uso, suporte técnico e Atualização de Software.

O valor firmado entre a Dataprev e a Unisys é de R$ 68.046.395,00 (sessenta e oito milhões, quarenta e seis mil, trezentos e noventa e cinco reais). O Convergência Digital publica a íntegra do extrato do Diário Oficial da União.

Contratação de Serviço de Processamento para o Ambiente de Mainframe UNISYS (ambientes de produção e desenvolvimento), contemplando suporte técnico de Hardware, fornecimento de licenças de uso, suporte técnico e Atualização de Softwares da UNISYS. Valor total: R$ 68.046.395,00 (sessenta e oito milhões, quarenta e seis mil, trezentos e noventa e cinco reais). Contratada: UNISYS BRASIL LTDA, CNPJ 33.426.420/0001-93. Data de Assinatura: 28/02/2020. Vigência Contratual: 38 (trinta e oito) meses. Fundamentação Legal: Art. 30, caput e inciso I da Lei 13.303/2016 e artigo 83, caput, I do Regulamento de Licitações e Contratos da DATAPREV.


Receita simplifica certificado digital online para pessoa jurídica

Segundo o Fisco, empreendedores não precisarão se deslocar a estabelecimentos físicos para obter um e-CNPJ junto à Autoridade Certificadora.

Governo recria Conselho Nacional do Consumidor e inclui Anatel

Decreto cria órgão com 15 integrantes, sendo quatro das agências de telecomunicações, aviação civil, energia e petróleo. 

Covid-19 acelerou digitalização de 200 serviços públicos

Segundo a Secretaria de Governo Digital, em 18 meses já são 800 serviços acessíveis totalmente de forma digital. 

Petrobras adota satélite de baixa órbita para reduzir tempo de transmissão de dados

Estatal contratou satélites de órbita média terrestre para reduzir em 75% a transmissão de dados. Tecnologia vai ser usada em outras oito plataformas da Petrobras, instaladas nos campos de Búzios, Lula, Berbigão e Atapu.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G