Clicky

À espera da Anatel, Vivo quer ter rede neutra de fibra no segundo semestre

Luís Osvaldo Grossmann ... 12/05/2021 ... Convergência Digital

Aprovada pelo Cade no início de abril e à espera da anuência da Anatel, a Vivo acredita que terá sua rede neutra de fibras ópticas operacional no segundo semestre deste 2021, afirmou o presidente da operadora, Christian Gebara, ao apresentar os resultados financeiros do primeiro trimestre nesta quarta, 12/5. 

“Estamos esperando aprovação da Anatel. Nossa rede de fibra neutra estará operacional até a segunda metade deste ano, partindo de 1,6 milhão de casas passadas e com a meta de 5,5 milhões em quatro anos”, disse o executivo. Batizada de Fibrasil, essa empresa tem 25% de participação da Vivo, outros 25% do braço de infraestrutura da matriz, a Telefónica Infra, e 50% do fundo de pensão canadense Caisse de Depôt et Placement du Québec (CDPQ). 

Ao transferir essas 1,6 milhão de casas passadas para a Fibrasil, a Vivo manteve o grosso da infraestrutura de fibra ainda em sua propriedade direta, nesse que é o negócio de maior crescimento da operadora: conexões em fibra óptica associadas a serviços digitais. A empresa tem 16,3 milhões de casas passadas, das quais 3,7 milhões com serviços contratados (alta de 41% sobre o primeiro trimestre de 2020). 

“Temos um impacto cada vez maior, a cada trimestre, da substituição do legado por FTTH. Só o FTTH representou R$ 1 bilhão da receita no primeiro trimestre. É um número muito forte. E se acrescentar nesse número o que é IPTV, estamos falando de 13% da receita total”, disse Gebara. 

No geral, a Vivo registrou lucro líquido de R$ 942 milhões, uma redução de 18,3% na comparação anual, justificada pela companhia pelo “aumento da depreciação e da despesa financeira”. A receita total líquida cresceu 0,2%, alcançando R$ 10,9 bilhões – dos quais R$ 9,5 bilhões no que a empresa chama de ‘negócio core’, que exclui xDSL, telefonia fixa e DTH. 

A empresa terminou o primeiro trimestre de 2021 com 95,8 milhões de acessos, sendo 16,1 milhões deles em serviços fixos. Nesse caso, houve recuo de 12% na comparação anual, por conta da queda de 21% nos clientes xDSL, STFC e TV paga. Os acessos FTTH cresceram 41%. 

Nos serviços móveis, as receitas líquidas cresceram 1,1%, puxadas pelo pré-pago, que teve alta de 4%, frente ao recuo de 0,6% no pós-pago. A receita de aparelhos subiu 10,9% em relação ao primeiro trimestre de 2020. No fim de março deste ano, a Vivo contava 79,6 milhões de clientes no segmento, 33,1% do mercado nacional, sendo 46 milhões pós-pagos e 33,6 milhões pré-pagos. 


Internet Móvel 3G 4G
Itaú Unibanco e Vivo Empresas testam agência bancária com 5G

Tecnologia foi implantada em uma agência localizada no Brooklin, bairro da zona sul da capital paulista, por meio de uma licença experimental da Anatel, na frequência de 3,5GHz.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Justiça condena Claro e Mercado Pago a indenizar dono de celular sequestrado

Jusitça usou o Código de Defesa do Consumidor como base para estabelecer a punição aos prestadores de serviços. Consumidores tiveram telefone registrado em outro chip e dinheiro sacado de plataforma de intermediação de pagamentos.

Pernambucanas investe em chip próprio de telefonia móvel

Varejista investe em telefonia MVNO em parceria com a Surf Telecom. Modelo de negócio não exige fidelidade e não cobra multas e não há plano fixo.

Anatel busca consultoria para implementar acesso dinâmico a espectro

Contratação será feita pela União Internacional de Telecomunicações e envolve análise do arcabouço normativo e proposta de novas possibilidades de regulação.

Banco24Horas entra no mercado de recarga de celular e TV pré-pagos

As funcionalidades já estão disponíveis em mais de 23 mil caixas eletrônicos espalhados pelo país. Banco24Horas entra em um mercado com 71% dos consumidores são das classes C, D e E e um mercado avaliado em R$ 20 bilhões ao ano.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G