Clicky

Home - Convergência Digital

TikTok e WeChat decidem enfrentar o governo de Donald Trump

Convergência Digital* - 07/08/2020

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou proibições para transações no país com os proprietários chineses do aplicativo de mensagens WeChat e do aplicativo de compartilhamento de vídeo TikTok. Os decretos entram em vigor em 45 dias. Para o governo Trump, os aplicativos chineses “não são confiáveis e representam ameaças significativas às redes dos EUA. A decisão repercutiu na China. O governo saiu em defesa das empresas e alertou que os Estados Unidos teriam de “arcar com as consequências” da ação.

“Os EUA estão usando a segurança nacional como desculpa e usando o poder do Estado para oprimir as empresas não norte-americanas. Isso é apenas uma prática hegemônica”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin.

A TikTok está sendo criticada por parlamentares dos EUA por questões de segurança nacional em torno da coleta de dados, à medida que cresce a desconfiança entre Washington e Pequim. A Reuters informou no domingo que Trump deu à Microsoft Corp prazo de 45 dias para concluir a compra das operações da TikTok nos EUA.

“Estamos chocados com o recente decreto, que foi emitido sem qualquer processo devido”, disse a TikTok, acrescentando que iria “buscar todos os recursos disponíveis” a fim de garantir que o Estado de Direito não seja suprimido. A proibição de transações nos EUA com a Tencent, uma das maiores empresas de internet do mundo, prenuncia uma nova fratura no mundo da internet e o rompimento de laços de longa data entre empresas de tecnologia nos EUA e na China.

“Esta é a ruptura no mundo digital entre os EUA e a China”, disse James Lewis, especialista em tecnologia do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais com sede em Washington. “Com certeza, a China retaliará", adicionou. Trump assinou os decretos de acordo com a Lei de Poderes Econômicos de Emergência Internacional, uma lei que concede ao governo amplo poder para impedir que empresas ou cidadãos dos EUA comercializem ou conduzam transações financeiras com partes sob sanção.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/04/2021
O mundo é móvel, mas 75% dos testes de aplicações ainda são feitos manualmente

15/04/2021
Neoenergia testa monitoramento de consumo em tempo real

18/03/2021
Recarga de pré-pago é o serviço mais procurado do Super App da Sicoob

17/03/2021
C6 Bank ensina jovens a criar aplicativos

17/03/2021
Mais da metade dos apps instalados em 2020 foi desinstalado em 30 dias

16/03/2021
Uber abre 40 vagas para engenheiros no Centro de Tecnologia no Brasil

11/03/2021
Startup brasileira desenvolve app de combate à Covid-19 e assina parceria com Araraquara, em São Paulo

08/03/2021
Startup de troco digital recebe aporte de R$ 7 milhões da Astella Investimentos

03/03/2021
TST reafirma inexistência de vínculo empregatício entre motoristas e a Uber

25/02/2021
TJSP multa app de transporte em R$ 3 mil por cobrança indevida de R$ 500

Destaques
Destaques

Brasil está fora dos países liberados pela Espanha para o Mobile World Congress

Programado para acontecer de 28 de junho a 01 de julho, o organizador, GSMA, fechou um acerto com as autoridades espanholas para isentar os participantes das restrições impostas às pessoas de fora da União Europeia.

Highline se propõe a comprar licença 5G e oferecer espectro como serviço para ISPs

A proposta da empresa, explicou Luis Minoru, diretor de estratégia e novos negócios, é o de oferecer toda a infraestrutura na modalidade de serviço. Já há testes em andamento, não revelados, para o funcionamento da modalidade que inclui a operação de telefonia móvel.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Com rede sujeita a apagões, qual impacto do 5G na energia no Brasil?

Por Pedro Al Shara*

Segundo pesquisa da Vertiv, fornecedora de equipamentos e serviços para infraestrutura crítica, um aumento da ordem de 150% a 170% no consumo energético é projetado no setor de Telecom até 2026. Com toda a inovação que o 5G representa, mais dispositivos poderão acessar a internet móvel ao mesmo tempo, utilizando o mesmo sinal.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site