Home - Convergência Digital

Na Alemanha, uso de dados móveis contra Covid-19 apenas com autorização

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 31/03/2020

Apesar da pressão do comissário europeu de mercado interno, Thierry Breton, ele mesmo ex-presidente da France Telecom, a Alemanha já avisou que será cautelosa no uso dos dados pessoais da telefonia móvel no monitoramento da Covid-19. 

Em entrevista de rádio nesta terça, 31/3, a ministra da Justiça alemã Christine Lambrecht, disse que no país só serão utilizados os dados se houver autorização voluntária. 

“É realmente uma infração se eu retiver esses dados. Concordo com todos que alegam que há uma chance de quebrar a disseminação da infecção, mas isso só é possível se aqueles que tem os dados em seus celulares móveis o façam voluntariamente”, afirmou a ministra. 

O governo da Alemanha pretende lançar um aplicativo nas próximas semanas que ajude a rastrear as infecções pelo coronavírus, a partir de um amplo consenso político de adoção do uso dos dados móveis, depois de experiências bem sucedidas em países como Cingapura e Coreia do Sul. 

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

04/06/2020
TelComp: roubos de cabos, fibras e equipamentos não deram trégua na pandemia

04/06/2020
Justiça decide que home office tem jornada e implica pagamento de horas extras

03/06/2020
Covid-19: 70% das empresas da indústria eletroeletrônica não reduziram pessoal

03/06/2020
Federal de Goiás desenvolve teste rápido para Covid-19 com microchip descartável

01/06/2020
Empresa de registro de jornada à distância cresce 20% com Covid-19

01/06/2020
Teletrabalho atinge 51% do serviço público federal

01/06/2020
Latinos desconfiam de censura em dados sobre a Covid-19

29/05/2020
Aloo Telecom cede rede de fibra ótica para viabilizar UTI virtual

29/05/2020
Justiça exige mudanças no portal e no app do Auxílio Emergencial e cobra explicação da Dataprev

29/05/2020
Câmara prorroga desoneração da folha de TI até dezembro de 2021

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site