INOVAÇÃO

Facebook insiste com criptomoeda e pede licenciamento na Suíça

Convergência Digital* ... 17/04/2020 ... Convergência Digital

A reguladora do mercado financeiro da Suíça, FINMA, recebeu pedido de licença para sistema de pagamento feito pela entidade por trás da Libra, criptomoeda do Facebook, após a organização da moeda digital anunciar uma ampla reformulação do projeto. 

“A FINMA recebeu o pedido de licença de sistema de pagamentos feito pela Associação Libra. Isto marca o início do processo de licenciamento sob a legislação suíça”, afirmou a agência em comunicado. 

“Como é comum em licenças para novos projetos, a inscrição não está completa em todas as suas particularidades, mas permite à FINMA iniciar o processo de licenciamento formal”, acrescentou a agência. 

A planejada criptomoeda do Facebook Libra será vinculada a moedas nacionais individuais e supervisionada por autoridades globais em uma reformulação que espera obter aprovação regulatória. O projeto foi reestruturado após críticas a partir da apresentação inicial. 

A perspectiva dos 2,5 bilhões de usuários do Facebook adotarem a libra criou intensa preocupação internacional, com muitas autoridades monetárias preocupadas que o lançamento dela poderia erodir o controle soberano de moedas. 

O plano original para a libra, revelada em junho do ano passado, era que ela seria lastreada por uma ampla variedade de moedas e títulos de dívida governamental. Mas bancos centrais e reguladores tiveram receios de que a libra tinha potencial para desestabilizar políticas monetárias, facilitar a lavagem de dinheiro e prejudicar a privacidade dos usuários. 

Em resposta, a Associação Libra, encarregada pela emissão da moeda digital e pela administração de sua rede, afirmou que um “colegiado” de bancos centrais, reguladores e agências governamentais de mais de 20 países indicados pela agência financeira suíça FINMA será ouvido em uma tentativa de ser uma fornecedora de serviços de pagamento na Suíça. 

* Com informações da Reuters


Cloud Computing
Prefeitura de Jundiaí usa IA e nuvem pública da IBM no combate à Covid-19

A assistente virtual, MILLA, é baseada no IBM Watson Assistant, para oferecer à população da cidade do interior paulista um canal de fácil acesso para tirar dúvidas de como agir de forma rápida e apropriada.


Indústria de semicondutores reage à liquidação da Ceitec

Em nota, associação nacional do setor indica “preocupação” com a medida. “Liquidação distanciará ainda mais o Brasil do conhecimento de ponta.”

OBr.Global promove bootcamps Live sobre empreendedorismo

Aceleradora, especializada em internacionalização das empresas, ensinará técnicas adotadas no Vale do Silício, nos EUA.

Política de informática foi feita para o hardware, mas deu certo com o software

Para Sílvio Meira, a estratégia que o Brasil quer desenhar para Inteligência Artificial precisa desafiar à produção nacional para trazer os resultados pretendidos.

Open Banking faz XP ir às compras no Brasil

XP anunciou a aquisição de participação majoritária na fintech Fliper, responsável, hoje, por mapear R$ 7 bilhões lem investimentos na sua plataforma.

Software livre venceu e desapareceu. Agora tudo é serviço.

Como lembrou o cientista e professor Sílvio Meira, ao participar do Convergência Digital em Pauta, até o Windows passou a rodar sobre fundação Linux.  O mundo, hoje, é de quem tem o serviço como diferencial de concorrência.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G