TELECOM

Anatel vai discutir uso dos espectros ociosos em consulta pública

Luís Osvaldo Grossmann ... 28/05/2020 ... Convergência Digital

A Anatel aprovou nesta quint-feira, 28/5, a abertura de consulta pública para discutir a permissão de uso dos ‘white spaces’, as frequências ‘vazias’ que separam aquelas outorgadas a canais de rádio e televisão. A possibilidade de destinação em uso secundário para outros serviços está na proposta que será discutida por 60 dias.  

A proposta é cautelosa ao lembrar a prevenção aos outorgados originais e suas operações. Adicionalmente, o uso secundário para telefonia e banda larga será permitido em áreas rurais e regiões remotas, evitando riscos nos centros onde há grande volume de emissoras. 

No caso, os nacos de espectro envolvidos são os ‘white spaces’ existentes entre as frequências 54 MHz a 72 MHz, 174 MHz a 216 MHz, 470 MHz a 608 MHz e 614 a 698 MHz. 


STF decide que Lei estadual que proíbe fidelização é constitucional

Para a Ministra relatora Rosa Weber, a lei do Rio de Janeiro apenas veda a fidelização, sem interferir no regime de exploração ou na estrutura remuneratória da prestação dos serviços. O objetivo, segundo ela, é apenas a proteção dos usuários.

Faixa de 1,5 GHz também pode ser destinada ao 5G para uso privado

Proposta foi apresentada em reunião do Conselho Diretor da Anatel.  Mas a faixa é usada pela Força Aérea Brasileira para aplicações de telemetria. Agência sugere destinar 30 MHz para satélites, como forma de evitar interferência.

Demanda por renegociação de contratos de telecom aumenta 30% na pandemia

Medida está sendo usada por grandes empresas do setor financeiro, varejo, concessionárias, tecnologia, entre outros, revela a consultoria VIA\W.

Telefone ainda é o canal preferido para reclamações sobre serviços

Desde o início da pandemia da Covid-19, mais de um terço das solicitações (36%) foi encaminhada por telefone, bem à frente chat (21%) e email (20%).

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G